Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PS com bandeiras à meia-haste

  • 333

Nuno Botelho

António Costa e o Secretariado Nacional do PS expressaram a “grande emoção, profunda dor e sensação de perda” com a morte de Maria Barroso e apresentaram as condolências à família

O secretário-geral do PS e a direção nacional dos socialistas manifestaram hoje "grande emoção, profunda dor e sensação de perda" pela morte de Maria Barroso Soares e ordenaram que as bandeiras do partido sejam colocadas a meia-haste.

Maria de Jesus Barroso, mulher do ex-Presidente da República Mário Soares, morreu hoje, aos 90 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internada em estado grave desde 26 de junho.

Em comunicado, o secretário-geral, António Costa, e o Secretariado Nacional do PS "partilham a grande emoção, profunda dor e sensação de perda que neste momento é sentida por todos os socialistas".

"O PS está de luto e foi dada indicação para que as bandeiras do partido hasteadas nas suas sedes sejam colocadas a meia-haste, numa homenagem sentida à nossa querida camarada Maria Barroso", refere o comunicado.

Na mesma nota, o secretário-geral, António Costa, e o Secretariado Nacional do PS apresentam as suas "mais sentidas condolências a toda a família que acaba de sofrer uma perda tremenda".

"Em particular, ao seu marido, o nosso camarada Mário Soares, aos filhos Isabel e João, aos netos, queremos fazer chegar uma mensagem de solidariedade num momento tão difícil como este. A sua dor é a nossa dor", salienta a nota subscrita por António Costa e pela direção do PS.