Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Maria Barroso transferida dos cuidados intensivos para um quarto

  • 333

FOTO ALBERTO FRIAS

A antiga primeira-dama continua "em coma profundo" e "em estado extremamente crítico", mas sem recurso a ventilação, informa o Hospital da Cruz Vermelha

Maria Barroso, fundadora do PS e mulher do antigo Presidente da República Mário Soares, continua "em coma profundo" e "em estado extremamente crítico", tendo saído hoje da Unidade de Cuidados Intensivos para um quarto, informou o Hospital.

Numa nota de imprensa sobre o estado de saúde de Maria Barroso, o Hospital da Cruz Vermelha (HCV) explica que a equipa médica entendeu que já não se justifica que a antiga atriz se mantivesse na Unidade de Cuidados Intensivos, pelo que foi transferida para um quarto, o que permite, nomeadamente, a presença de familiares.
No quarto, sublinha a nota, não é afetado o apoio e Maria Barroso, que continua a ter o mesmo nível de controlo e monitorização dos sinais vitais.

O HCV diz também que Maria Barroso tem os parâmetros vitais estabilizados, sem recurso a ventilação externa.

A mulher do ex-Presidente da República foi internada na madrugada do dia 26 de junho, no HCV, na sequência de uma queda, estando desde então em coma profundo.

Maria Barroso, 90 anos, casou-se com Mário Soares em 1949, de quem tem dois filhos, João e Isabel. Atriz, foi uma das fundadoras do Partido Socialista, liderado por Mário Soares, em Badem Munstereifel, na Alemanha, em 1973.

Um dos seus últimos cargos públicos foi a presidência da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo também dirigido a associação Pro Dignitate, que ajudou a fundar.
Diplomou-se em Arte Dramática, na escola de Teatro do Conservatório Nacional, e licenciou-se depois em Ciências Histórico-Filosóficas, na Faculdade de Letras de Lisboa, onde conheceu Mário Soares.