Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Suspeita de disparos na base naval de Washington

  • 333

Polícia norte-americana isolou a área nas imediações da base naval de Washington, depois de uma testemunha ter relatado que ouviu um disparo

JIM LO SCALZO / EPA

Armada norte-americana não confirma o acidente, mas há um grande aparato nas imediações da base naval da capital dos Estados Unidos - onde há dois anos um atirador matou 12 pessoas -, depois de um polícia ter reportado a ocorrência de disparos no local

A armada norte-americana ainda não confirmou o acidente, mas a polícia está na base naval de Washington, depois de um agente da autoridade e um meio de comunicação local terem dado conta de que terão ocorrido disparos no interior do edifício. 

De acordo com o relato dos jornalistas do "Washington Post", uma testemunha terá ouvido disparos no interior do edifício 197 e avisou as autoridades. Neste momento, o edifício está ser fiscalizado. Outras testemunhas afirmam terem visto um homem a ser escoltado. 

Logo após o alarme do edifício ter sido acionado, os funcionários da base naval barricaram-se em salas, de luzes apagadas, à espera das autoridades. Algumas destas pessoas terão recordado o ataque à mesma base naval ocorrido em 2013, quando um homem armado matou 12 pessoas.  

Neste momento, o local encontra-se sobre um enorme aparato policial, com a presença de dezenas de carros das autoridades e dos bombeiros e pelo menos um helicóptero a sobrevoar a área. 

Recorde-se que este episódio ocorre em vésperas dos festejos do Dia da Independência nos EUA, 4 de julho, feriado nacional, e a base naval encontra-se situada a cerca de dois quilómetros do Capitólio.

Notícia atualizada às 14h30