Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Alerta no aeroporto de Lisboa por causa de viatura suspeita

  • 333

PSP mobilizou esta tarde uma Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos para a zona das partidas, perto da área VIP. Tudo por causa de um carro estacionado numa zona interdita, parecendo abandonado, com bagagem e outros objetos no seu interior. Sabe-se agora que tinha sido alugado por um cidadão alemão.  

Raquel Pinto

Raquel Pinto

Jornalista

Um homem, de nacionalidade alemã, deixou uma viatura alugada na zona das partidas do aeroporto de Lisboa em circunstâncias ainda por apurar. O carro chamou à atenção por estar numa zona interdita ao estacionamento e gerou um aviso às autoridades.

A PSP acionou de imediato o protocolo de segurança no aeroporto de Lisboa depois de ter recebido um alerta, cerca das 15h30, para um veículo suspeito, estacionado perto da área VIP na zona das partidas.

"As condições em que estava estacionada a viatura de rent-a-car, a bagagem que parecia abandonada bem como outros objetos que tinha no interior levantaram algumas suspeitas", disse ao Expresso o subcomissário Rui Costa, porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa.

As autoridades cortaram o trânsito na zona das partidas e foi criado um perímetro de segurança - entre 15 a 20 metros do local onde se encontra o veículo. O CODU - Centro de Orientação de Doentes Urgentes do INEM e os bombeiros também estiveram a postos.

Uma Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos da PSP estava no local às 17h40 dando início à verificação da situação.

"O acesso dos passageiros é feito pela zona das chegadas", adiantou ao Expresso o gabinete de imprensa da ANA Aeroportos. Além dos constrangimentos de circulação, tudo decorre "normalmente", assegurou o assessor Rui Oliveira, admitindo que alguns passageiros "terão chegado mais atrasados".

Às 18h35, a gestora do aeroporto da capital garantia ainda não ter qualquer informação quanto ao término da operação policial. A PSP deu por finalizada a operação às 19h05. "Foi removido o carro e entregue ao rent-a-car e reaberto o trânsito", esclareceu ao Expresso o subcomissário Rui Costa. A bagagem e os restantes objetos, que não eram pessoais, foram recolhidos pela PSP. "Não são suscetíveis de causar alguma ameaça", frisou, acrescentando que os mesmos ficaram na posse da polícia para ajudar à investigação.

Não se sabe em que circustâncias o carro foi ali deixado. Para já, o que a polícia adianta ao Expresso é que terá sido largado por um cidadão estrangeiro. "Sabemos que tem nacionalidade alemã", acrescentou o porta-voz, confirmando tratar-se de um homem.

[atualizada às 19h47]