Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dois aviões, um helicóptero e 150 bombeiros no combate a incêndio em Santana da Serra

  • 333

Trânsito teve de ser cortado. Foi um dia quente e assim será também esta terça-feira

Em Santana da Serra, freguesia do concelho de Ourique, as chamas estão a consumir uma zona de mato desde as 13h13. "Pelas 18h esteve mais perto da população de Santana da Serra, mas nada significativo, tendo sido controlado", explicou ao Expresso o comandante adjunto de operações da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Carlos Guerra.

Durante a tarde houve um reforço de meios devido ao rápido alastramento do incêndio. "No terreno estão 151 bombeiros apoiados por 50 veículos, dois aviões médios médios tipo fierboss e um helicóptero ligeiro", precisa o comandante adjunto. 

A circulação automóvel foi interrompida no IC1, entre Ourique e São Bartolomeu de Messines, pelas 14h20, não havendo previsão para a sua reabertura, segundo a GNR.

As temperaturas elevadas, a par da secura dos combustíveis e o terreno acidentado, justificam esta mobilização para o combate a duas frentes, uma a norte e outra a oeste, diz a Proteção Civil. Os termómetros chegam esta terça-feira aos 40 graus em Beja.

Há outros incêndios destacados pela Proteção Civil como significativos pela duração e meios envolvidos. É o caso de mais um incêndio no Alentejo, no local de Bica (Marvão), em Portalegre, que mobiliza 118 operacionais com o auxílio de 31 viaturas e três meios aéreos. O outro localiza-se em Arouca, no distrito de Aveiro, em zona florestal:  60 operacionais, 18 veículos e dois meios aéreos no terreno.