Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O avião caiu, ela e o bebé desapareceram e a Força Aérea diz que depois houve um “milagre”

  • 333

Mãe e filho foram transportados ao hospital, aparentemente bem. Apenas a mulher apresentava ferimentos ligeiros

Colombian Air Force/EPA

Avião que transportava peixe e cocos desapareceu do radar ao fim de 20 minutos, na Colômbia. Ainda não se sabe muito bem o que sucedeu, mas mãe e filho salvaram-se e sobreviveram cinco dias na selva

Um comandante da Força Aérea colombiana não encontra outra forma de o descrever: "um milagre". Em causa está o salvamento de Maria Nelly Murillo, de 18 anos, e do seu filho, ainda bebé, encontrados cinco dias após se ter despenhado o avião onde viajavam. Os dois foram resgatados praticamente ilesos numa zona densa de floresta, a cerca de 500 metros do local onde caiu o Cessna, na região de Choco.

A história conta-se em poucas palavras. Um avião que transportava peixe e cocos partiu há cinco dias de Nuqui, no Pacífico, com destino a Quibdo (região colombiana de Choco). Após cerca de 20 minutos de voo,  o aparelho desapareceu do radar e, perante a tentativa, sem sucesso, de contactar o piloto, as autoridades enviaram um avião para sobrevoar a zona.

Dois dias após o início das buscas, foi possível detetar um ponto branco na selva, que se verificou serem de facto os restos do Cessna. As equipas descobriram o corpo do piloto, Carlos Mario Ceballos, ainda dentro do 'cockpit', mas nem sinais de qualquer passageiro.

Informados da presença a bordo de Nelly Murillo, o facto de a porta da cabine estar arrancada levou os elementos envolvidos a não desistir.

Com a esperança renovada, após descobrirem cascas de cocos perto dos destroços e também um par de chinelas abandonado e a cédula de nascimento do bebé, as buscas intensificaram-se, conta a "BBC News", com recurso a meios aéreos e também equipas no terreno.

Ao quinto dia, caminhando e chamando o nome da jovem pela selva, os esforços deram resultado. Mãe e filho foram encontrados junto à margem de um rio, com a mulher a apresentar apenas algumas escoriações e queimaduras leves no rosto. Aparentemente, o bebé estava bem.

Ao certo, não se sabe completamente o que aconteceu, mas Nelly terá conseguido sair do aparelho e afastou-se com medo de o avião explodir.

Os dois foram entretanto transferidos para um hospital, de onde sairão (para já, pelo menos a mãe) com uma história incrível para contar.