Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Professores antecipam desaire no exame de Português do 12º ano

  • 333

Excerto de "Memorial do Convento", de José Saramago, um poema de Sophia de Mello Breyner e um texto de José Tolentino de Mendonça fizeram parte da prova, realizada esta quarta-feira

Ainda falta quase um mês para serem afixadas as notas dos exames nacionais, mas os professores de Português avisam desde já que não deverá haver uma boa surpresa na pauta. Segundo os docentes, a prova do 12º ano, realizada esta quarta-feira por cerca de 70 mil alunos, era mais exigente do que a de anos anteriores, o que deverá fazer baixar as médias. 

"Esta prova exigia maior concentração do que a do ano passado. Obrigava os alunos a ler várias vezes os textos e as perguntas para conseguirem responder com sucesso. Estou um pouco apreensiva em relação aos resultados deste exame. As médias vão baixar, quase de certeza", antecipa ao Expresso Edviges Ferreira, presidente da Associação de Professores de Português (APP).

No ano passado, a média nacional no exame de Português do 12º ano, o mais concorrido de todos, foi positiva pela primeira vez desde 2011, chegando aos 10,7 valores. 

Este ano, o exame testava pela primeira vez toda a matéria dos três anos do ensino secundário. Um excerto do "Memorial do Convento", de José Saramago, um poema de Sophia de Mello Breyner e um texto de José Tolentino de Mendonça compunham a prova, que os professores da disciplina classificam como exigente.

"A prova tinha um nível médio-alto de complexidade. Exigia uma leitura muito metódica e atenta, o que implica mais tempo. No ano passado, os alunos conseguiram terminar o exame mais rapidamente. Agora, quase todos tiveram de usar a meia hora de tolerância. As duas horas regulamentares não eram suficientes", diz igualmente Rosário Andorinha, da Associação Nacional de Professores de Português (Anproport). 

Ainda assim, e ao contrário do que acontece com a APP, a professora não arrisca um prognóstico quanto aos resultados da prova, que serão afixados a 13 de julho.