Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

TAP abre inquérito a piloto que organizou greve de maio

  • 333

JOSÉ COELHO / LUSA

Na base do inquérito, está o facto de o comandante ter assumido funções no Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) enquanto assessor remunerado 

Helena Bento

Jornalista

A TAP abriu um inquérito ao piloto que organizou a greve de dez dias em Maio. A notícia foi avançada pelo Jornal de Negócios. 

Paulo Lino Rodrigues está a ser alvo de averiguações e pode vir a ser despedido por justa causa. Na base do inquérito, está o facto de o comandante ter assumido funções no Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) enquanto assessor remunerado. 

A companhia de aviação pretende analisar a situação do ponto de vista ético. E vai também avaliar se a assessoria que Paulo Lino Rodrigues prestou ao sindicato colocou em causa a segurança operacional da TAP nos voos que efetou durante a greve ocorrida em maio. 

O comandante da TAP já tinha desempenhado funções de assessoria no passado, mas interrompeu o cargo quando Jaime Prieto assumiu a presidência do sindicato dos pilotos. No final do ano passado, regressou ao sindicato.