Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Se vai conduzir em Lisboa esta sexta-feira, garantimos que vai querer ler este artigo

  • 333

No desfile desta noite na Avenida da Liberdade não vão faltar os noivos de Santo António

DR

É noite de Santo António: haverá arraiais, festa, celebração, marchas e também MUITO trânsito

A celebração da noite de Santo António em Lisboa vai provocar condicionamentos ao trânsito entre esta sexta-feira e sábado e motivar o reforço do serviço de transportes públicos da CP, do Metro, da Carris e da Transtejo.

Devido ao desfile das marchas populares, o trânsito vai estar condicionado a partir das 18h no eixo central da Avenida da Liberdade, na Rua Alexandre Herculano e na Rua das Pretas, e, meia hora mais tarde, vão fechar também ao trânsito automóvel o eixo central do Marquês de Pombal e a Praça dos Restauradores. Pelas 20h, o corte da circulação estende-se até ao Rossio.

A circulação nas vias de transportes públicos estará condicionada logo a partir das 14h30 e até às 18h.

Entre as 18h desta sexta-feira e as 7h de sábado, os arraiais populares dos bairros de Alfama, São Vicente e Bica, em Lisboa, também vão provocar o encerramento do trânsito em 27 troços das freguesias de Santa Maria Maior, São Vicente e Misericórdia, segundo informação do município, disponível no seu site, no espaço de alertas.

A partir das 20h, a Avenida Ribeira das Naus vai ficar encerrada ao trânsito e os condicionamentos podem estender-se ao viaduto da Avenida Mouzinho de Albuquerque (nascente) e à Avenida D. Carlos I (lado poente).

Para dar resposta à grande procura por parte dos passageiros durante a noite de Santo António, a CP - Comboios de Portugal anunciou que vai reforçar a sua oferta nas linhas de Sintra e Cascais, onde a procura é mais significativa. À oferta regular acrescem os seguintes comboios: no percurso Rossio – Sintra, às 2h30, 3h30, 4h30 e 5h30 e no sentido Cais do Sodré - Cascais às 2h30, 3h30 e 4h30.

Em relação ao Metro de Lisboa, a circulação vai ser reforçada em todas as linhas, a partir das 21h, através da utilização de composições com seis carruagens, informa a Transportes de Lisboa, que agrega o Metro, a rodoviária Carris e a Transtejo/Soflusa (ligações fluviais).

As estações de Arroios e Areeiro serão encerradas a partir das 21h.

O serviço da Carris prevê "um reforço das carreiras da rede da nadrugada, desde a 1h do dia 13 de junho". Com partida no Cais do Sodré, vão ser reforçadas as carreiras 206 (Senhor Roubado), 210 (Prior Velho), 201 (Linda-a-Velha), 202 (Portas de Benfica) e 207 (Lumiar).

Na Praça da Figueira vai haver um reforço da carreira 208 (Oriente) e no Marquês de Pombal a medida recai sobre os percursos 736 (Senhor Roubado) e 207 (Lumiar). 

Devido aos condicionamentos de trânsito, relacionados com a celebração dos casamentos de Santo António, a realização das marchas populares e os restantes festejo, o serviço regular da Carris vai ser afetado ao longo do dia.

O grupo Transtejo também vai reforçar a oferta de lugares, a partir das 20h, nas ligações fluviais de Cacilhas (Almada) e Barreiro, pondo a circular navios com maior lotação em função da procura.

Já no dia de sábado, a missa solene em honra de Santo António, que se realiza às 12h na Sé, e a procissão pelas ruas de Alfama, a partir das 17h, vão também provocar condicionamentos de trânsito, nos períodos entre as 11h e as 13h, e entre as 15h30 e as 20h, no Largo da Madalena, Rua das Pedras Negras, Largo de Santa Luzia, Rua do Barão, Rua São João da Praça, Cruzes da Sé.