Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Iam os dois na rua, um matou o outro e depois matou-se

  • 333

STEVEN GOVERNO/LUSA

Caso foi presenciado por testemunhas. Aconteceu numa rua de Algés, em Lisboa

O que terá levado um homem a alvejar mortalmente um amigo e a suicidar-se em seguida, esta quinta-feira de manhã na Rua Luís de Camões, em Algés? A PJ está a investigar, mas por agora ainda não avança com informações sobre o sucedido.

A PSP recebeu o alerta para o sucedido por volta 7h10 e ao chegar ao local encontrou indícios que apontam para homicídio seguido de suicídio, segundo indicaram ao Expresso do gabinete de Relações Públicas do Comando Distrital de Lisboa. O suposto autor dos disparos terá 67 anos e o homem alvejado mortalmente 68, ainda segundo a fonte policial.

O comandante da PSP de Oeiras, Daniel Gomes, referiu à agência Lusa que os dois homens eram amigos e iam a caminhar pela rua, quando um deles sacou de uma pistola, disparando três tiros contra a vítima, suicidando-se de seguida.

O caso foi presenciado por testemunhas que já terão sido ouvidas pela Polícia Judiciária. O “Correio da Manhã” refere que os dois mortos eram ex-paraquedistas. Um deles foi comandante do núcleo dos Bombeiros Ultramarinos em Angola.