Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

"Barca do Inferno" não volta em setembro

  • 333

Programa de debate da RTP Informação - que Manuela Moura Guedes ontem abandonou em direto - não vai integrar a próxima grelha do canal temático do operador público. Decisão já tinha sido comunicada a todos os participantes

O programa semanal de debate e análise "Barca do Inferno", emitido à segunda-feira à noite na RTP Informação, não vai continuar na grelha do operador público após as férias de verão.

Segundo explicou ao Expresso a direção de informação da estação pública, a decisão "já tinha sido anunciada à equipa na semana passada". "A última emissão está marcada para 29 de junho, segunda-feira, às 22h30", explica a direção de informação. O fim deste programa insere-se na reformulação da estratégia de programação dos canais RTP, que está a ser delineada pelas novas direções de programas e de informação do operador público e que deverá começar a ser emitida a partir de setembro.

As emissões das próximas semanas da "Barca do Inferno" - que já não contarão com Manuela Moura Guedes no painel - serão, assim, as últimas de um formato estreado em outubro de 2014 pela direção de informação da RTP então liderada por José Manuel Portugal. Apresentado pelo humorista Nilton, o programa tinha até ontem como comentadoras residentes Raquel Varela, Isabel Moreira, Manuela Moura Guedes e Sofia Vala Rocha (que substituiu a comentadora residente inicial Marta Gautier).

Sobre o 'caso' ontem protagonizado por Manuela Moura Guedes - que abandonou a emissão em direto após uma troca de argumentos com a socialista Isabel Moreira e depois de o moderador, Nilton, lhe ter pedido "boa educação" quando esta lhe solicitou que exercesse o seu papel de moderador - , a direção de informação considera a situação "do ponto de vista ideal, algo a evitar, mas possível de suceder em debates em direto".

(Notícia atualizada às 15h37)