Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Inquérito a procuradora que arquivou sequestro

  • 333

MP sabia desde 2011 que mulher mantinha os filhos presos a cadeado. Não viu um crime nisso

A Procuradoria-Geral da República instaurou ontem um inquérito disciplinar à magistrada do DIAP de Cascais que, em 2011, arquivou o processo de Maria Varela, de 62 anos, detida esta semana por manter o filho, de 38 e com perturbações mentais, preso oito anos num quarto insalubre. 

No despacho de arquivamento lê-se que já então os dois filhos de Maria estavam fechados a cadeado. A magistrada, porém, não considerou haver crime. A sexagenária está agora em prisão preventiva indiciada por sequestro agravado.