Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Cinco milhões declararam o IRS online

  • 333

Em 2014, o caos na entrega de declarações de impostos levou a Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas a recorrer aos meios judiciais, com várias ações a contestarem a inoperacionalidade dos serviços eletrónicos do fisco

João Carlos Santos

Número de contribuintes que utiliza o Portal das Finanças é crescente.

Já foram submetidas pela internet, via Portal das Finanças, mais de cinco milhões (5.029.141) de declarações de IRS referentes à 1ª e 2ª fases deste imposto, informou esta segunda-feira a Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais.

O Governo frisa que a entrega decorreu «sem que tenham existido quaisquer problemas na submissão das declarações durante todo o período da campanha».

No que toca à 1ª fase (terminada a 30 de abril), foram submetidas no Portal das Finanças 3.281.446 declarações de IRS, ou seja, mais 120.375 declarações (acréscimo de 3,9%) face ao mesmo período de 2014.

Já na fase seguinte (que decorreu até 31 de maio) foram entregues online outras 1.747.695 declarações de IRS, o que corresponde a um aumento de 206.322 declarações (mais 13,4%) face ao ano passado.

O gabinete do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, reforça que «o sucesso desta campanha do IRS espelha o reforço efetuado na capacidade de resposta dos sistemas informáticos, permitindo que o processo de submissão de IRS por parte dos contribuintes tenha decorrido com toda a normalidade e sem quaisquer situações anómalas ou quebras do Portal das Finanças.»

Pela primeira vez, a entrega da declaração do imposto de rendimento das pessoas singulares funcionou através de uma máquina autónoma do Portal das Finanças, o que permitiu gerir os picos de maior tráfego, sobretudo, no final dos prazos. Em 2014, o caos na entrega de declarações de impostos levou a Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC) a recorrer aos meios judiciais, com várias ações a contestarem a inoperacionalidade dos serviços eletrónicos do fisco.