Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Marquês de Pombal sem festas organizadas pelos clubes

  • 333

Nuno Botelho

Depois da celebração do campeonato ganho pelo Benfica, a 17 de maio, há a certeza de que neste fim de semana, em caso de vitória dos clubes de Lisboa, as coisas serão diferentes.

Qualquer que seja o resultado das finais da Taça da Liga (esta sexta-feira à noite, em Coimbra, com a presença do Benfica, frente ao Marítimo) e da Taça de Portugal (no domingo à tarde, no Estádio do Jamor, com o Sporting, ante o Braga), não haverá festejos no Marquês de Pombal organizados por qualquer dos clubes de Lisboa. 

Com efeito, nem Benfica nem Sporting dirigiram à Câmara pedidos para algum tipo de reserva daquele espaço. Isso não obsta, naturalmente, a eventuais ajuntamentos espontâneos de centenas ou milhares de adeptos, em caso de triunfo das respetivas equipas. 

"As taças da Liga celebram-se no estádio. Não haverá qualquer festa no Marquês, não temos essa tradição", afirma o diretor de comunicação do Benfica, João Gabriel, esclarecendo a posição dos encarnados face a uma conquista do troféu .  

No Sporting, fonte do clube adiantou ao Expresso que, em caso de vitória na prova, "a festa será em Alvalade, de portas abertas".

Há duas semanas, os festejos do Benfica, que acabariam por ficar marcada por incidentes, foram organizados pelo clube, em colaboração com a autarquia e a PSP. 

Na zona da estátua, vedada ao público, ao contrário do sucedido em outros anos, foi instalado um palco circular, pelo qual desfilaram jogadores e técnicos.