Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O AFRICOM vai ficar em Espanha

  • 333

Comando dos Estados Unidos para áfrica vai ter a sua base principal em Morón, no sul de Espanha. O acordo é assinado este fim de semana.

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

Washington e Madrid estão a ultimar a assinatura do protocolo que deverá fazer da base espanhola de Morón de la Fronteira (Sevilha) a principal base do comando americano para África (USAFRICOM), que tem sede em Estugarda, na Alemanha, segundo noticiou o jornal "El País". 

Se tal acontecer - e o objetivo é que o secretário de Estado John Kerry assine o acordo durante a sua primeira visita a Espanha, este domingo e segunda-feira -, Morón poderá vir a acolher em período de crise até 3500 marines, em vez dos 800 que tem neste momento, e com estatuto temporário 

Os dois Governos decidiram acelerar as negociações sobre a revisão do acordo bilateral de defesa, que data de 1988de modo a que todo o processo esteja pronto para ser aprovado pelo Parlamento antes das eleições do final do ano. 

Segundo o jornal, a incerteza dos resultados das legislativas - que o escrutínio de domingo passado confirmou, nomeadamente no que diz respeito ao fim da maioria absoluta do PP - terá sido um dos motivos preponderantes para a aceleração das negociações. O Podemos, em particular, já se manifestou contra. 

Em tempos, houve esperança em certos meios portugueses que as Lajes pudessem albergar a base do AFRICOM, nomeadamente depois do apelo feito no Congresso por alguns congressistas ainda no ano passado.