Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Festa do Benfica, prolongamento. Caldo entornado na Câmara

  • 333

Ana Baião

Fernando Medina, o presidente socialista, disse a António Proa, vereador social-democrata, que era “o maior oportunista político da cidade”. Na semana passada, Proa havia considerado Medina o "primeiro responsável" pelos incidentes no Marquês.

A sessão pública da Câmara de Lisboa esteve muito agitada no rescaldo dos festejos do Benfica. O presidente, Fernando Medina, disse que o vereador do PSD, António Proa, que é o "primeiro e o maior oportunista político da cidade".

"O senhor vereador expressou bem o que é um oportunista político em ação", afirmou Medina, olhos nos olhos com Proa.

Na semana passada, António Proa havia considerado Medina o "primeiro responsável" pelos incidentes na festa do bicampeonato.

Esta quarta-feira à tarde, em resposta ao presidente da câmara, o vereador do PSD acusou Medina de se ter refugiado nas "responsabilidades de terceiros" e "fugir às suas responsabilidades".