Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Marcha silenciosa em Salvaterra de Magos

  • 333

Um dos pontos que a PJ quer apurar é se Daniel terá tido cúmplices na morte de Filipe – ou, pelo menos, no seu encobrimento

José Carlos Carvalho

 Um alerta contra a violência reuniu cerca de duas centenas de pessoas. 

Cerca de duas centenas de pessoas reuniram-se hoje, em silêncio, em Salvaterra de Magos em homenagem a Filipe Costa, o jovem brutalmente morto, por outro jovem da terra, a semana passada.

A manifestação, que também foi um alerta contra a violência, contou com a presença da mãe da vítima que não quis prestar declarações aos jornalistas. "É um grito silencioso para consciencializar as pessoas. Enquanto pais devemos conversar mais com os nossos filhos, estar mais atentos", disse à SIC Notícias uma das organizadoras do evento.

Todos os participantes usavam pequenos laços azul celeste no peito e estavam de t-shirt branca. 

A semana passada Filipe Costa, de 14 anos, foi morto por Daniel Neves, de 17. O jovem está indiciado por homicídio qualificado e arrisca pena máxima de 25 anos de prisão. Três dias depois do crime, Daniel acabou por confessar à PJ que matou Filipe com uma barra de ferro. Está em prisão preventiva.