Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dolce Vita de Lisboa também vai ser vendido

  • 333

Com 79 milhões de euros de dívidas, o centro comercial do Monumental, em Lisboa, também está inserido num processo de insolvência, tal como as unidades do Porto, Vila Real e Coimbra.

Apesar do processo estar mais atrasado, o Dolce Vita do Monumental, em Lisboa, também irá ser vendido, tal como os centros comerciais do Porto, Vila Real e Coimbra, diz ao Expresso o administrador de insolvência Jorge Calvete.

A Monucontrol – Sociedade Imobiliária do Monumental, empresa proprietária do Dolce Vita Monumental cuja insolvência já foi declarada, tem dividas de cerca de 79 milhões de euros, a maior parte das quais (44 milhões de euros) reclamadas pela LSREF3 Octopus Investments, pertencente à norte americana Lone Star, que também é a principal credora dos Dolce Vita do Porto e de Vila Real.

Estas duas unidades foram colocadas à venda por cerca de 40 milhões de euros. O Dolce Vita da Invicta apresenta o valor mais alto de dívidas, 111 milhões de euros, e o de Vila Real 64,3 milhões. O espaço de Coimbra acumula 77,8 milhões de euros de dívidas.

Jorge Calvete ainda está a avaliar o montante que pelo qual o Monumental será posto à venda. Localizado numa área nobre da capital, junto ao Saldanha, o centro comercial tem uma área bruta locável de 5453 metros quadrados, 43 lojas e quatro salas de cinema.