Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Segundo dia de buscas na Praia de Santo Amaro de Oeiras "sem resultados"

  • 333

Adolescente de 16 anos desapareceu na quarta-feira junto a um molhe. Não sabia nadar e estava numa praia sem vigilância. Época balnear no concelho de Oeiras começa no sábado.

Raquel Pinto

Ainda não foi localizado o jovem que desapareceu junto a um molhe na Praia de Santo Amaro de Oeiras, situada na foz do rio Tejo e que faz confluência com o Oceano Atlântico. As buscas desta quinta-feira revelam-se infrutíferas.

As operações "terminaram às 20h30, sem resultados", referiu esta noite ao Expresso, o comandante Guerreiro Cardoso, capitão de fragata, que se deslocou ao local pelo segundo dia. As autoridades marítimas, que admitem que o jovem terá sido levado pela corrente, preveem reiniciar as buscas logo pela manhã de sexta-feira, por volta das 7h00.

Um adolescente de 16 anos, que não sabia nadar, ficou sem pé, não conseguiu ficar à superfície e afundou-se muito rapidamente, segundo os relatos recolhidos no local. O jovem estava com um grupo de colegas da escola na extremidade do molhe oeste.

A praia não está a ser vigiada por nadadores-salvadores. A época balnear no concelho de Oeiras só arranca no próximo sábado dia 16.

Um helicóptero da Força Aérea tem estado mobilizado, no entanto, "em príncipio, não será utilizado", adianta o comandante Guerreiro Cardoso ao Expresso. O dispositivo contará na sexta-feira com duas lanchas da autoridade marítima no rio e patrulhas por terra, compostas por elementos da Polícia Marítima e bombeiros de Oeiras.