Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Sobe para três número de portugueses mortos em acidente em Espanha

  • 333

O estado em que a carrinha ficou depois de se despistar e atravessar a faixa de rodagem para o sentido contrário, acabando por capotar

FOTO SANTI OTERO/EFE/Lusa

Dois dos sete portugueses que seguiam na carrinha que se despistou esta madrugada na autoestrada espanhola AP-1, na zona de Quintanapalla, encontram-se em "estado crítico." 

Subiu para três o número de mortos no acidente desta sexta-feira com uma carrinha com portugueses na autoestrada espanhola AP-1, na zona de Quintanapalla. Dois dos sete portugueses estão em "estado crítico", disse à Lusa fonte hospitalar.

Segundo a fonte do Hospital Universitário de Burgos, deram hoje entrada naquela unidade cinco portugueses vítimas do acidente, tendo um morrido naquela unidade, dois encontram-se internados em "estado crítico" e outros dois já receberam "alta hospitalar, com observação domiciliária".

Esta informação foi confirmada à agência Lusa por fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português, que adiantou que os sinistrados vinham de Paris para Portugal e operários da construção civil, a trabalhar para uma empresa com sede em Braga, concelho de onde eram todos oriundos.

A fonte do MNE disse ainda que o cônsul honorário de Portugal em Bilbao, Juan Antonio Liedo Rojo, está a caminho de Burgos e que o ministério está a acompanhar a situação.

O acidente ocorreu hoje madrugada, às 05h39, na autoestrada espanhola AP-1, na zona de Quintanapalla, de acordo com fontes do Tráfego da Guardia Civil.

Segundo a descrição da Guardia Civil, a carrinha de transporte de pessoal despistou-se, atravessou a faixa de rodagem para o sentido contrário e acabou por capotar, tendo dois dos ocupantes, de 44 e 51 anos, morrido no local, enquanto um outro, de 47,  faleceu já no Complexo Assistencial de Burgos - Hospital Universitário de Burgos.

Os restantes quatro sinistrados, entre eles o condutor do veículo, foram transportados para aquela unidade hospitalar espanhola, onde dois permanecem internandos em "estado crítico".  

Segundo disse à Lusa uma fonte do Serviço de Emergência de Autonomia de Castilla e Leon, o acidente ocorreu ao quilómetro 14, da AP-1, perto da localidade de Quintanapalla, e quando as equipas de emergência chegaram ao local depararam-se já com a existência de dois mortos.

De acordo com a mesma fonte, os feridos, todos homens, têm 25, 29, 39 e 48 anos, desconhecendo-se quais tiveram alta.

As autoridades espanholas, que estão a investigar as ciscunstãcias em que ocorreu o acidente, ainda não revelaram as identidades dos sinistrados, adiantando apenas as iniciais dos nomes e as idades.