25 de abril de 2014 às 2:49
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Silva Carvalho tinha perto de 4000 contactos no telemóvel

Silva Carvalho tinha perto de 4000 contactos no telemóvel

Ex-diretor do SIED admitiu ao "Diário de Notícias" ter uma lista de contactos com referências profissionais, mas sem informação confidencial sobre as pessoas.

Mafalda Ganhão (www.expresso.pt)
Jorge Silva Carvalho demitiu-se da Ongoing mas tenciona de voltar à empresa logo que resolva o seu processo com a Justiça  Alberto Frias Jorge Silva Carvalho demitiu-se da Ongoing mas tenciona de voltar à empresa logo que resolva o seu processo com a Justiça

Jorge Silva Carvalho nega ter no seu telemóvel uma base de dados nos moldes em que esta foi descrita pela revista "Visão", com "fichas detalhadas de centenas de figuras relevantes da vida política, económica e social".

Ao "Diário de Notícias" de hoje, o ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) explica que se trata de uma lista de contactos em ficheiros Outlook, com referências profissionais mas sem informação confidencial sobre as pessoas em causa. O jornal fala em cerca de 4000 contactos.

Jorge Silva Carvalho desmente ainda que a notícia da "Visão" estivesse na origem do seu pedido de demissão da Ongoing, empresa a que admite querer voltar quando estiver resolvido o seu processo com a Justiça.

Telemóvel analisado


Apreendido pela Polícia Judiciária (PJ) no âmbito de uma investigação sobre irregularidades nas secretas, o telemóvel de Jorge Silva Carvalho foi cuidadosamente analisado.

Segundo o "Diário de Notícias", os resultados foram depois "comunicados num envelope fechado que foi entregue em mão na 9ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, que coordena a investigação aos vários processos em curso" sobre o até ontem administrador da Ongoing.

Comentários 28 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Xinapá!
E eram todos amigos dele? O gajo é MESMO popular! Ó Silva Carvalho, queres o meu?
Quem não gostaria de ter um PIDE como amigo ? Ver comentário
A questão que devemos colocar?
Teria este caso grave das secretas tido o destaque que teve na imprensa se não fosse a guerra entre a Empresa e a Ongoing? Outra questão ainda: quantos casos graves como este envolvendo Organismos/Responsáveis do Estado e Empresas Privadas se manterão no silêncio mediático porque não "tiveram a sorte" de haver algum grupo de média em explorá-los por interesse próprio.E, pelo contrário, lhes convém que permaneçam no silêncio para que não ponham em causa muita gente "ilustre" ?

Re: A questão que devemos colocar? Ver comentário
Re: A questão que devemos colocar? Ver comentário
MY NAME IS CARVALHO ...
Silva Carvalho ...
Não conheço Silva Carvalho
mas tenho a certeza de que ele concordará comigo: ninguém pode ser tão estúpido que transporte informação desta natureza (ilegal), num telefone. Biografias é o que ele tinha.

http://oanaogigante.blogs...
Demitiu-se! Agora é um verdadeiro pedreiro livre.
Jorge Silva Carvalho demitiu-se! Então agora é um verdadeiro "pedreiro livre".
Grave e assustador o poder da Impresa
É gravissimo saber que estas notícias vêm a publico por vontade própria dos órgãos de comunicação social! Não se entende
Re: Grave e assustador o poder da Impresa Ver comentário
Guerras de quem contra quem?
Não se percebe esta guerra contra Silva Carvalho. Ou melhor, até se percebe mas no contexto da guerra que Balsemão está a fazer contra a Ongoing.
4.000? Só?
Esse gajo não fazia nenhum. Um tipo que é chefe das secretas, SÓ tem 4.000 caramelos debaixo d’olho?
E, segundo angustiante notícia, SÓ tem umas míseras centenas de “fichas detalhadas” de figurões graúdos, cá da praça?

Pelo que percebo, a crítica aos SS, é comportar-se como seria expectável e não como Carmelitas Descalças.

É mais ou menos como condenar o cirurgião, que na operação ao estômago, aproveitou para uma mirada nas partes íntimas. Se amanhã – o diabo seja cego e surdo – rebentar uma bomba que cause mortes, cai o Carmo e a Trindade, porque os SS são uma cambada de incompetentes.

Mas não são. Foram a casa dos bombistas e, no cumprimento escrupuloso da lei, perguntaram: “boa tarde. Desculpem o incómodo, mas somos dos SS para saber se estão a fabricar uma bomba?”
– Não!
- E nunca fizeram telefonemas a falar de bombas?
- Não!
- Queiram desculpar o incómodo e continuação de uma santa tarde

Claro que a informação faria primeira página com a denúncia: “pacatos cidadãos são incomodados pelos SS. A tentativa de invasão de residência, lembra os métodos da PIDE. A mulher de um dos agentes, soubemos de fonte segura, é empregada de limpeza nos escritórios da Ongoing. E, segundo MST (numa alusão aos “esquecimentos” do Álvaro), a referida empregada já foi assediada pelo patrão, um tal Vasconcellos

Que se acabe com os SS.*

*Ou que a Impresa resolva de vez o problema das acções
JSC
Com a fisionomia dele não pode ser secreto, dá muito nas vistas?
Demitiu-se
Mas quer voltar para tacho, os grandes fazem o que querem isto e portugal na sua melhor
Trabalhar nas obras

Jorge Silva Carvalho demitiu-se da Ongoing mas tenciona de voltar à empresa logo que resolva o seu processo com a Justiça

E que tal trabalhar nas obras ou foi acordo que teve com passos coelho???????????????????????????????

lol
disponibiliza la ai umas informações confidenciais man, o meu numero é 963525487. Vá Carvalho tou à espera, tenho aqui uma caxa de compassos e aventais para ti.
"JAMES BOND"
Tal como muito tuga este tinha a mania das grandezas também.
Um verdadeiro agente secreto de um País altamente secreto.
Como diz o ditado «em terra de cegos quem tem olho é rei»
É assim mesmo devia ter era 10.000 numeros e 6 tlm à cintura que é larga.
kácus
Teorias da conspiração...
ou muito me engano ou
Muita gente deve ter ficado apreensiva com esta notícia.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub