Anterior
Rangel confia no "sentido de responsabilidade" do PSD
Seguinte
PSD convida CDS-PP para reunião
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Mais austeridade  >   Seria um "erro" dissolver o Parlamento, diz Jardim

Seria um "erro" dissolver o Parlamento, diz Jardim

Alberto João Jardim não está surpreendido com a crise política, "houve sempre sarilhos nas coligações PSD/CDS". Em entrevista à RTP, o líder regional defende uma remodelação no Governo, com "novas caras e formas de comunicar".

Lusa |
O governante sustentou que esta crise "tem que ser ultrapassada"
O governante sustentou que esta crise "tem que ser ultrapassada" / Alberto Frias

O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, defendeu hoje uma remodelação do executivo central, de coligação PSD/CDS-PP, e novas formas de comunicar, mas considerou ser "um erro" uma eventual dissolução do parlamento.

"(...) Seria um erro a Assembleia da República ser dissolvida, mas, por outro lado, devido a erros que se acumularam durante este Governo, tem que haver novas caras e novas formas de comunicar", afirmou Alberto João Jardim em entrevista à RTP, transmitida também pela RTP-Madeira.

O chefe do executivo insular disse não ter ficado surpreendido com a crise no seio da coligação, lembrando a história política do país: "Tirando os governos de Sá Carneiro, houve sempre sarilhos nas coligações PSD/CDS, independentemente das lideranças".

Novas eleições lançariam caos no país


Insistindo na necessidade de "haver novas caras" e "novos processos de comunicação", Jardim reiterou: "Mas isto tem de ser feito sem dissolver a Assembleia da República e sem lançar o país num caos que seriam novas eleições".

Na entrevista, conduzida pelo jornalista Vítor Gonçalves, o governante sustentou que esta crise "tem que ser ultrapassada".

"Obviamente, temos que ter a mesma prudência que é não comprometer também toda a conjuntura em termos de, daqui a dias, nos faltar o dinheiro para pagamentos", declarou, acrescentando que o atual momento político "é uma questão de intervenção do Presidente da República", mas também de todos os partidos.

Para Alberto João Jardim, "é uma questão de cada partido, inteligentemente, fazer a sua autocrítica e procurar novas soluções, seja partido que pertença à maioria parlamentar, seja partido que não esteja na maioria parlamentar".

Sociais-democratas fazem "um pouco o papel do marido enganado"


Ainda sobre a coligação governamental, o também líder do PSD/Madeira considerou que os sociais-democratas fazem "um pouco o papel do marido enganado", situação que tem que ser "corrigida".

"Quando vejo neste Governo o CDS em Lisboa dizer uma coisa, aqui na Madeira diz uma coisa diferente, diz que não disse o que disse em Lisboa, depois quando vejo os ministros da área do PSD a dar as más notícias e, entretanto o dr. Paulo Portas está de viagem ou não fala dos assuntos complicados ou os ministros do CDS anunciam coisas ótimas, mas que depois também se vem a ver que não têm qualquer concretização, de maneira que eu sinto, de certo modo, que o PSD até agora fez um pouco um papel do marido enganado", disse.

Questionado sobre o que espera da reunião da comissão política nacional do PSD, esta noite, o presidente do Governo da Madeira disse ser uma matéria pela qual não se interessa muito.

"Estou, de certo modo, afastado. (...) Sou considerado incómodo dentro do PSD nacional e, aliás, veja a forma como o PSD nacional se comportou comigo nas eleições regionais do ano passado. Isso foi um capítulo muito grave que eu não esqueci", repetiu o dirigente social-democrata, defendendo ser necessário para o país "renegociar o tempo da ajuda estrangeira", a descida das taxas de juro e mais moeda em circulação.

 

 

 


Opinião


Multimédia

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

United Colors of Gnocchi

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.


Comentários 30 Comentar
ordenar por:
mais votados
Que pena!

Perdi a entrevista do século!
Por falar em remodelar...ò Alberto João, não achas que vai sendo mais que tempo para desamparar a loja?
Re: Que pena!
Cavaco Silva vai ficar na Historia de Portugal
como responsável de um dos periodos maios negros do País..
Socialistas no poder,bancarrota pela certa!
Não DISSOLVER o Parlamento, seria um enorme ERRO
Querem o Alegre presidente?
Sou Laranja ...e não tenho pena do Cavaco.
Madeira: AJJ, pensa que os outros não o conhecem
AJJ já não surpreende ninguém.

Ele quer outro Governo, seja de quem for, porque acha que tem mais 'sorte' com qualquer outro, que com Passos Coelho e Vítor Gaspar.

O patriotismo dele, é ver se se safa de pagar o esbanjamento que fez.

Esta-se nas tintas para quem paga, desde que não seja ele...
Re: Madeira: AJJ, pensa que os outros não o conhec
Re: Madeira: AJJ, pensa que os outros não o conhec
Re: Madeira: AJJ, pensa que os outros não o conhec
Re: Madeira: AJJ, pensa que os outros não o conhec
Re: Madeira: AJJ, pensa que os outros não o conhec
O AJJ que nunca foi à bola com o PPC...sabe que ..
Chamar ao PSD social democrata, só por gozo...
A reunião foi marcada depois da crise aberta no governo com a declaração pública de Portas a demarcar-se das medidas de austeridade, nomeadamente do aumento da TSU.
 
Esta noite, o PSD decidiu obter uma clarificação de Portas sobre o apoio que dá ao programa da coligação, afirmando em comunicado querer evitar a deterioração da relação entre os dois partidos e uma crise política em Portugal. O PSD diz que o país precisa de um "Governo coeso e empenhado".
 
Os social democratas exigem que Portas dê não só apoio ao acordo de coligação, como também a estratégia do governo para a consolidação orçamental.
Fonte:DE
Re: Chamar ao PSD social democrata, só por gozo...
Re: Chamar ao PSD social democrata, só por gozo...
O povo está a consciêncializar-se..............
youtu.be/ULGac-G8ngE
AJJ
Muda-se de moleiro, mas continua os mesmos de sempre a roubar a farinha.
E já lá vão 37 anos.
Em Matemática chama-se - Simetria
Se ele o disse aposto que para nós o inverso é a melhor solução ! Força aí...dissolvam e convoquem eleições...
É mentira...
A QUESTÃO ESSENCIAL É
mandar de volta para a "creche" este governo e pôr a governar alguém com capacidade para o fazer.
Atira a matar
Atira a matar e depois tenta resuscitar o defunto que ele ajudou a matar. Senil, só pode ser.
Pocilga ele e o silva já...
Pocilga para o reco diz se na minha terra...
ainda se perde tempo com este fulano???
quando é que te vais embora, lambão?
até quando os madeirenses se vão sentir obrigados a votar no sr Jardim como retribuição das casas que o sr lhes construiu? pagando os cubanos, claro!!
não acha que já chega de palermices de AJJ em Portugal??
Independência já!
Porque é que os africanos da Madeira também não fazem uma manifestação como na Catalunha a pedir a independência?
Eu, como português, garanto que não me importo mesmo nada e até era capaz de participar numa manifestação a pedir o fim do colonialismo português nas ilhas.
Chega de exploração dos desgraçados africanos das ilhas, fora com os portugueses, viva a Republica das Bananas da Madeira!
Real Demo
O Jardim naop é uma pessoa justa, honesta.-.. tem varias faces consoante o vento. Politico que destruiu a Madeira e um dos culpados pelo estadod a naçao. Investigue-se o que possui e havera muitas surpresas.
real demo
este pequeno homem nada tem de democrata mas de ditador, no entanto se fosse democrata e reabilitado para a politica saudavel poderia ser bom numa cosia; audacia e espontaneidade. Infelizmente esta do lado dos criminoso PSDS
Comentários 30 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub