Seja o capitão da sua startup

É um erro crasso pensar que como empreendedor deve controlar tudo o que acontece na sua empresa. A melhor tática é apostar numa boa equipa, saber lidera-la e controlar os seus resultados.
(www.expresso.pt)
Seja o capitão da sua startup Lud029/Flickr

O provérbio "duas cabeças pensam melhor do que uma" tem, finalmente, confirmação científica. Um estudo da University College London, na Grã-Bretanha, concluiu que a melhor decisão é sempre fruto de uma discussão entre dois indivíduos ou mais. Esta é apenas uma das razões porque deve esquecer a ideia de que como empreendedor deve controlar sozinho tudo o que acontece na sua startup.

É claro que alguém tem de tomar as grandes decisões - e deverá ser o fundador ou o grupo de fundadores ou sócios -, mas é preciso domar a tendência de centralizar a tomada de decisões e controle operacional da empresa para que ela consiga avançar e tornar-se maior. Como refere Márcio de Oliveira Santos Filho, especialista em Empreendedorismo, à "Exame Brasil", é evidente que "o empreendedor deve saber tudo que se passa na sua empresa, mas é impossível controlar e centralizar todas as decisões que devem ser tomadas".

As startups que se transformam em empresas de sucesso têm equipas altamente qualificadas, focadas na execução, lideradas por pessoas competentes e com boa visão de negócio. Nada de muito diferente do que acontece com uma equipa de futebol, que só funciona se os 11 jogadores estiverem motivados, seguirem a estratégia do treinador e souberem trabalhar em equipa - aproveitando o talento e posicionamento de cada jogador em campo.

Equipas motivadas marcam mais


O empreendedor não deve controlar tudo, pelo contrário, deve ter uma equipa competente a quem possa delegar grande parte do trabalho operacional, para se poder focar na estratégia organizacional, no contacto direto com o cliente e com o que está a acontecer no mercado.

Para que a delegação de tarefas seja eficaz é necessário ter colaboradores motivados, que trabalhem de forma empenhada para conseguir os melhores resultados, e uma forma de o conseguir é fazer com que eles sintam também a empresa como deles - pode consegui-lo permitindo que participem no capital da empresa, podendo assim vir a colher os frutos dos bons resultados que ela consiga obter no mercado.

Para que tudo funcione dentro das regras é fundamental que desenhe processos bem definidos e atribua responsáveis para cada processo, com metas claras e possíveis de serem alcançadas. Estabeleça rotinas de aferição de resultados, em que cada responsável pelo processo deve apresentar os números ou atribuições da sua área com justificativas e planos de ação. Esta é a forma mais objectiva de confirmar que todos estão a desempenhar correctamente o seu trabalho e a contribuir para que a startup avance de forma sólida no mercado.