Anterior
Monárquico de coração
Seguinte
Francisco Louçã, o Enver Hoxha do Bairro Alto
Página Inicial   >  Blogues  >  A Tempo e a Desmodo  >  Seguro queima Paulo Campos, e Paulo Campos queima Sócrates

Seguro queima Paulo Campos, e Paulo Campos queima Sócrates

|

Um espectro assombra o país: a filinha pirilau do PS. Sim, está em curso a formação da filinha pirilau do passa-culpas entre os destroços do socratismo. Ninguém quer ficar com a batata quente das PPP nas mãos. E este comboiozinho até começou numa atitude digna do Dr. Seguro, que deixou cair Paulo Campos. Em relação ao escândalo das PPP, Seguro disse que "devem ser apuradas todas as responsabilidades". Tradução? O novo PS nada tem que ver com esse indivíduo chamado Paulo Campos, que, por acaso, está sentado na bancada parlamentar do PS. Desta forma silenciosa, o PS mostrou finalmente alguma dignidade (confesso que esperei sentado). O Dr. Campos ficou sentido, coitadinho, com esta atitude e anda por aí a dizer que não sente apoio do partido. Por favor, alguém dê um lencinho de papel a este génio do alcatrão.

Sentindo-se abandonado, o Dr. Campos foi muito expedito na forma como passou as culpas. Em entrevista ao Sol, o homem de Sócrates para o alcatrão disse que, no fundo, não tinha nada que ver com as PPP, assim ao estilo "inspirei mas não inalei". E porque é que não inalou? Porque foi um pobre secretário de estado e, ora essa, a tutela das PPP estava com dois ministros, António Mendonça e Teixeira dos Santos. Mas, atenção, o espernear de Campos não ficou por aqui. Como salientou Ana Sá Lopes, directora do i, o "evidente chuto para cima das responsabilidades" também implicou Sócrates, pois Campos afirmou que "as decisões sobre as renegociações foram aprovadas em Conselho de Ministros". Tradução? Eu-sei-que-vocês-sabem-que-eu-sei-que-a-culpa-vai-morrer-solteira-mas-se-por-acaso-não-morrer-solteira-eu-garanto-vos-que-não-serei-o-único-a-sofrer-as-consequências. É tão bonito este estertor do socratismo. Lindo de morrer. E sobretudo muito cheiroso.


Opinião


Multimédia

Edwin. O rapaz que aprendeu a sonhar

O que Edwin sabia sobre a vida era sobreviver. Na cabeça dele não cabiam sonhos e os dias eram passados à procura de comida para ele e para a mãe e para o irmão. A fome espreitava nos cantos da barraca de palha no Quénia e ele escondia-se dela como podia - chupar as pedras era uma forma de a enganar. Mas a sorte dele mudou porque alguém viu nele outra coisa. E tudo começou numa dança. Agora, os mesmos dedos que agarravam as pedras tocam hoje teclas de um piano Bechstein. E os pés dele já não estão nus mas calçados. Com chuteiras. Primeiro no Benfica, agora no Estoril, o miúdo de 15 anos que fala como gente grande descobriu que tinha um sonho: ser futebolista. Como Drogba.

Em três quartos de hora não se esquece só a idade. "Esquece-se o mundo"

Maria do Céu dá três voltas ao lar sempre que pode. Edviges vai a todos os velórios, faz hidroginástica e sopas de letras. António dá um apoio na Igreja e nos escuteiros. Tudo é uma ajuda para passar os dias quando se tornam todos iguais. No Pinhal Interior Sul, a região mais envelhecida da União Europeia, quase um terço da população tem mais de 65 anos. Os mais velhos ficaram, os mais novos partiram.

Profissão: Sniper

O Expresso foi ver como são selecionados, que armas usam, para que missões estão preparados os snipers da Força de Operações Especiais do Exército. São uma elite dentro da elite. Um pelotão restrito. Anónimo. Treinam diariamente com um único objetivo: eliminar um alvo à primeira, mesmo que esteja a centenas de metros. Humano ou material. Sem dramas morais, dizem.

Xarém com conquilhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

O que se passa dentro da cabeça dele

O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. Sete meses depois, provou-o no Europeu de pista coberta em Praga, onde venceu este fim de semana.

Amadeu, que aprendeu o mundo no campo e tinha o coração na ponta dos dedos

Em Portugal, a dedicação à língua mirandesa tem nome próprio: Amadeu Ferreira, o jurista da CMVM que - quando todos diziam que "era uma loucura impossível" - arranjou tempo para traduzir "Os Lusíadas", a "Mensagem", os quatro Evangelhos da Bíblia e ainda duas aventuras do Asterix para uma língua que pertence a um cantinho do nordeste português e é falada por menos de 15 mil pessoas. No final de 2014 deu ao Expresso aquela que viria a ser a sua última entrevista. Morreu no passado domingo e esta quinta-feira foi lançada a sua biografia, "O fio das lembranças", com quase 800 páginas.

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Vamos falar de sexo. Seis portugueses revelam tudo o que lhes dá prazer na cama

Neste primeiro episódio de uma série que vai durar sete semanas, seis entrevistados falam abertamente sobre aquilo que lhes dá mais satisfação na intimidade. Sexo em grupo, sexo na gravidez, prazer sem orgasmo e melhor sexo após a menopausa são alguns dos temas referidos nos testemunhos desta semana. O psiquiatra Francisco Allen Gomes explica ainda a razão de muitas mulheres fingirem o orgasmo. O Expresso e a SIC falaram com 33 portugueses que deram a cara e o testemunho de como são na cama. Ao longo das próximas sete semanas, contamos-lhe tudo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.


Comentários 116 Comentar
ordenar por:
mais votados
Sócrates,Mário Lino e Paulo Campos:o trio
Como no Freeport,para as Obras Públicas Sócrates também tinha a sua equipa:Mário Lino e Paulo Campos,um o ministro e o outro o politico da propaganda e elo de ligação às construtoras e à banca.O Objectivo central era ganhar eleições e inaugurar placas pelo País,prometendo alcatrão em tudo quanto era sítio.
O resultadestyá à vista: a bancarrota e uma hipoteca de dezenas de anos em que os Portugueses ficaram amarrados com impostos e mais impostos.
Culpados Sócrates,Lino e Campos?Pois claro, quem havia de ser? Não foram eles que fizeram os contratos e os sonegaram ao País e ao Tribunal de Contas?
Tribunal e cadeia com eles!
Re: Sócrates,Mário Lino e Paulo Campos:o trio
Re: Sócrates,Mário Lino e Paulo Campos:o trio
É estratégia que sempre resultou...
É estratégia que nem sempre resulta!
Eu nunca aqui defendi sócrates nem o seu governo..
Re: É estratégia que sempre resultou...
Pagou-as?!?!?
Re: Pagou-as?!?!?
Pagou-as?!?!?
Re: Pagou-as?!?!?
Re: Pagou-as?!?!?
Re: Pagou-as?!?!?
Sendo trafulha, não pode ser o melhor...
Re: Sendo trafulha, não pode ser o melhor...
A corrupção é um mal que mina a nossa sociedade...
Re: A corrupção é um mal que mina a nossa sociedad
É uma montanha que tem de ser escalada...
Re: É uma montanha que tem de ser escalada...
Tem toda a razão...
Re: Tem toda a razão...
Agora não tem razão...
Re: Agora não tem razão...
Pois...
Vá directamente à parte que diz Primeiro-ministro
Re: Vá directamente à parte que diz Primeiro-minis
Não digo isso...
Pagou-as?!?!?
Re: Pagou-as?!?!?
Eu ouvi, não me disseram...
Re: Eu ouvi, não me disseram...
As crianças também merecem respeito...
Re: As crianças também merecem respeito...
Não sou tido por ser aldrabão...
Re: Não sou tido por ser aldrabão...
Talvez tenha alguma razão...
Re: Talvez tenha alguma razão...
Você não viu o vídeo?
Re: Você não viu o vídeo?
Como disse...
Re: Pagou-as?!?!?
Estou a ver que sabe umas coisas...
Re: Estou a ver que sabe umas coisas...
Sei...
Re: Sei...
Vocês?!?!?
Re: Vocês?!?!?
Eu nunca aqui defendi sócrates nem o seu governo..
Re: Eu nunca aqui defendi sócrates nem o seu gover
O Cavaco...
Re: O Cavaco...
Ressabiamento não...
Re: Ressabiamento não...
E pronto...
Re: E pronto...
Re: Sócrates,Mário Lino e Paulo Campos:o trio
Tenha calma
Re: Tenha calma
Que baixo nível
Re: Que baixo nível
Nunca fui sindicalista... nem ladrão
Re: Que baixo nível
Aqui à confusão
Re: Aqui à confusão
Conclusão disto tudo
Re: Conclusão disto tudo
Re: Sócrates,Mário Lino e Paulo Campos:o trio
o tribunal de contas ja disse falta so a prisao
Bom dia a todos

Serve a presente para comunicar que terminaram os auto-impostos 4 dias sem comentários, como forma de solidariedade para com alguns casos de eliminação de utilizadores.

Porque não aderi ao boicote de 15 dias proposto e aparentemente cumprido por outros utilizadores:

a) Falta de objectivo concreto.

b) 15 dias são , nos tempos que correm , uma eternidade.

Não obstante:

a) Considero este fórum a anos-luz de distância de qualquer outro do mesmo género , quer pela funcionalidade em si quer pela qualidade dos comentadores.

b) Construtivamente e humildemente proponho que não possa ser apagado um utilizador sem que seja dada à comunidade a fundamentação para tal decisão.

c) É provável que a proposta anterior possa colocar problemas em termos de recursos técnicos e humanos , mas é a única solução que me ocorre para estarmos todos seguros que as muitas horas que dedicamos a este fórum não possam ser varridas para sempre por um programa informático cego ou por um dia não de um administrador humano.

Ao contrário da mulher de César não basta parecer que não há censura; é preciso ter a certeza que não há censura.
   
Só fazem falta os que cá estão
Re: Bom dia a todos
Re: Bom dia a todos
Re: Bom dia a todos
Re: Bom dia a todos
Re: Bom dia a todos
Re: Bom dia a todos
Lamentável croniqueta
Assunto interessante, linguagem inadequada. Entre o imbecil e o pretenso snobismo de menino da linha.

Ou muda de estilo, ou carrego no "reportar abusivo".

O estilo e o tom são uma ofensa aos leitores..............
As construtoras amigas de Sócrates e Cpa
Re: As construtoras amigas de Sócrates e Cpa
E queria o quê? Conversa redonda?
Re: E queria o quê? Conversa redonda?
Re: Lamentável croniqueta
Impertinente, mas com toda a razão.
A escrita de HR será talvez de uma ironia um pouco impertinente. Mas tem toda a razão no que diz e, estilos literários à parte, eu gostaria de ver os comentadores que criticam a forma, indignarem-se com a veracidade do conteúdo.
HR
Lamentavelmente isto não acontece só no PS mas também noutros partidos.
Mas Sócrates conseguiu dar uma lição a toda a nação e pôr em cheque a nossa justiça, essa é que é a verdadeira culpada por pactuar com todos estes casos.
Não venham dizer que cumprem a lei, e se esta não serve que se façam outras com sentido de verdadeira justiça.
a justiça..... essa que o socatintas soube comprar
Re: a justiça..... essa que o socatintas soube com
Re: a justiça..... essa que o socatintas soube com
Re: a justiça..... essa que o socatintas soube com
Re: a justiça..... essa que o socatintas soube com
Re: a justiça..... essa que o socatintas soube com
Re: a justiça..... essa que o socatintas soube com
Comentar o quê?
Re: Comentar o quê?
Re: Comentar o quê?
junte-se-lhe o BPN
e até fede....
Artigos
Por mais que eu queria concordar ou discordar com estes artigos de opinião, a maneira deplorável como HR escreve, querendo fazer do leitor uma criança de 5 anos, não me permite.
Re: Artigos
Re: Artigos
Re: Artigos
O fedor é tal...
... que nem a distância entre Lisboa e a Cidade das Luzes consegue mitigá-lo. Mas, sim, é evidente que por cá tudo continuará na mesma - o fedor continuará a reinar, os patifes continuarão a viver com fausto do que a sua pandilha saqueou e jamais serão responsabilizados (com o beneplácito, diga-se, dos jornalistas do Expresso, salvo a excepção deste bloguista associado)
Meu caro Raposão:
No seu habitual maniqueísmo em relação ao "centralão", "esquece" que na pouca vergonha das PPPs do asfalto, não há inocentes nos últimos governos!
Ou será que nunca ouviu falar na Lusoponte?
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
Re: Meu caro Raposão:
A vingança de Henrique Raposo
Henrique Raposo há anos que odeia tudo o que é esquerda.
A vingança serve-se fria, e vai daí ele está ululante em enterrar o que ele apelida de 2 A filinha pirilau do PS"
Só mesmo um piqueno que sempre destilou nas páginas do expresso o seu ódio contra o PS, e ao ex 1º ministro, se sente nas nuvens com esta história que apesar de ainda estar por desvendar, ele já deu o veredicto: Culpados. Quem? O tal pirilau que não sabemos qual deles é.
Enfim isto vale o que vale e da cabeçinha oca de H.R. pouco ou nada de verdadeiro virá.
Ele adora o boato, e sobretudo lançá-lo.
Há gostos para tudo, até para aturar este tipo de jornaleiros.
Re: A vingança de Henrique Raposo
Re: A vingança de Henrique Raposo
Ora bem, toca a bater outra vez no ceguinho!
Andaste por aí desmoralizado, a falar do romantismo da monarquia e tal, mas lá conseguiste arranjar mais qualquer coisa sobre o PS, não foi? Se esses gajos não existissem, o que seria de ti?
E falando em alcatrão, não conheces ninguém do PSD que tenha inalado esses vapores nos tempos do Gravelho?
Bem sei que, assim como a Leonor Pinhão só escreve para lampiões facciosos, também tu só escreves para a malta mais reaça, mas que queres? De longe em longe já me tem calhado passar por aqui e leio em diagonal. Se calhar tresleio...
Isto já vem de tão longe...
Não há inocentes. Alguém se lembra quanto era para custar o CCB e quanto acabou por custar?? Quase 100 vezes mais. O que andamos aqui a discutir é quem foi o pior dentro de uma dinâmica de destruição e distribuição da coisa pública pelos amigos, feita suspostamente em nosso beneficio.
Os americanos, que não são exemplo para ninguém, têm um dito que é o mais verdadeiro possivel, se queres encontrar o culpado "follow the money", querendo dizer com isto que quem mais benificia com uma situação ilegal, é, quase com toda a certeza, o culpado por ela. Deixo uma reflexão; os que eram donos de Portugal no sec. XIX, são basicamente os mesmos agora, nada foram afectados por mudanças de regimes ou crises...será porque estão no topo da cadeia alimentar e controlam as decisões dos seus testas de ferro, aqueles em que nós sistemáticamente votamos com a vã esperança de alterar o inalterável? Se houvesse um partido "bom" estava o problema resolvido, era só votar nesse "bom" partido e tinhamos a nossa sorte alterada, porque será que isso não acontece?
É urgente limpar os abcessos.
Seguro fez muito bem em não tentar ocultar o que o anterior governo fez de mal.
Só assim o PS se pode regenerar, deixando a Justiça limpar os que eventualmente procederam mal.
É urgente acabar com as teorias das cabalas sempre que a Justiça investiga membros do anterior governo.
Só é pena que as escutas tenham sido queimadas, pois a sua análise permitiria com certeza inocentar estes suspeitos, que com o seu desaparecimento ficam condenados à condição de eternos suspeitos.
Comentários 116 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub