Anterior
CGTP acusa Cavaco, Passos e Silva Peneda de "iludirem opinião pública"
Seguinte
PSD diz que Seguro "não devia ter memória de peixe de aquário"
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Mais austeridade  >   Seguro espera que fim da TSU "sirva de lição ao primeiro-ministro"
COM VÍDEO

Seguro espera que fim da TSU "sirva de lição ao primeiro-ministro"

Líder do PS disse estar "muito satisfeito" pelo recuo de Passos Coelho nas medidas da TSU e respondeu ao desafio de Francisco Louçã.
Lusa |
Seguro contente com o recuo do Governo
Seguro contente com o recuo do Governo / Paulo Novais/Lusa

O secretário-geral do PS, António José Seguro, manifestou-se hoje, em Soure, "muito satisfeito" com o facto de a TSU ter "caído" e disse esperar que isso "sirva de lição ao primeiro-ministro".

"Considero que é uma satisfação para todos os portugueses, estou muito satisfeito com o facto de a TSU ter caído, espero que isto sirva de lição para o primeiro-ministro", afirmou.

António José Seguro falava aos jornalistas em Soure (Coimbra), respondendo a uma questão sobre o recuo do Governo em relação à proposta da Taxa Social Única, na sequência da reunião do Conselho de Estado de sexta-feira.

Sobre o comunicado do Conselho de Estado, o líder socialista disse não fazer comentários por ser membro deste órgão.

Acerca de uma eventual remodelação do Governo, António José Seguro disse tratar-se de uma questão que compete ao primeiro-ministro.

Resposta a Louçã


Em relação ao desafio do líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, para que se avance para uma moção de censura de toda a oposição ao Governo, António José Seguro respondeu que "o Partido Socialista decide a sua estratégia e continuará a fazê-lo no futuro".

"Se o Governo mantivesse a sua proposta TSU, significaria que o PS apresentaria uma moção de censura, não havendo uma proposta do Governo, naturalmente eu cumprirei a minha palavra", acrescentou o secretário-geral dos socialistas.

Segundo o comunicado divulgado após a reunião do Conselho de Estado de sexta-feira, o Governo informou o Conselho de Estado de que está disponível para, no quadro da concertação social, "estudar alternativas" à alteração da Taxa Social Única (TSU), tendo também informado que foram ultrapassadas as dificuldades que poderiam afetar a "solidez" da coligação governamental PSD/CDS-PP.



Veja o vídeo:

Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 64 Comentar
ordenar por:
mais votados
Este Inseguro é "naif"

Lição diz ele, esquecendo que esta gente consegue dar mais voltas do que a tripa do porco.

Está já em marcha algo que dará dezenas de BPN: a venda da CGD, antes da queda final !!
Sócrates vai ser julgado!
Re: Sócrates vai ser julgado!
Re: Este Inseguro é
Re: Este Inseguro é
Re: Este Inseguro é
Ainda ninguém me disse quanto devo!!!
.. O Governo ainda não fez dirigir uma carta ao comum dos Portugueses informando-o do montante da divida que lhe cabe na divida de Portugal.
Ninguém ainda me informou qual é a minha dívida.
Eu até aceitava que essa divida fosse comunicada de forma ponderada de acordo com o nível de vida de cada um.
Mas ninguém nada me disse.
O Governo diz aos quatro ventos que temos uma grande divida, o que não duvido, e como tal atira-se desalmadamente para um colecta à farwest. Quem ainda tiver algum que tilinte é assaltado, quem já chegou ao limite é espremido porque o Governo acha que na pele e nos ossos ainda poderá haver algum sumo.
O Governo até já legislou como os Bancos deverão receber os despojos de quem já atingiu e foi para além do limite.
Estamos neste estado... O Governo Português obriga cada cidadão que esteja estático e de braços abertos para melhor mexer nos bolsos, principalmente aos Portugueses que vivem do seu trabalho.
Q Governo Português sente uma atracção pelos bolsos do cidadão, de quem trabalha, toda e qualquer dificuldade nas contas públicas ele, sem pedir licença, mergulha nos bolsos de cada um de nós para resolver o problema e fá-lo com teorias ciêntificas adquiridas por equivalências e com autoridade californiana.
É o Governo que temos, o tal Governo cujos partidos que o compõe diziam que iam resolver a crise indo às gorduras do Estado e não aos impostos.
É o tal Governo que dizia, e todos esperavam, que ia fazer reformas...
Pois...

Sócrates em Tribunal vai explicar!
Seguro é muito limitado ao fazer depender a
apresentação da moção de censurà ao recuo da taxa da TSU, como se a politica extremista destes trafulhas a soldo de projectos globais não fosse contra os interesss do próprio País e dos seu cidadãos. Trata-se simplesmente de um projecto anti-democratico que está em curso e pouca gente o tem denunciado. Tal como no tempo da ditadura é de louvar a denúncia, luta e a resistencia do PCP....
Louçã e Jerónmo no Governo:não há mais carcanhol!
Seguro com Louçã não se safa!
E muito menos Jerónimo serve para dama de companhia!
Medo...
O Tsuguro está com medo de pegar no governo.....mas o Passitos depois do orçamento, vai bater com a porta...e vais ter de formar governo em minoria ou .....com o CDS
VAMO-NOS A ELES:
Amigos, o que se esta a passar no nosso País, já não vai com palmadinhas nas costas.
Para acabar-mos com estes CORRUPTOS, LADRÕES, INCOMPETENTES, FALHADOS e outras coisas mais.
TEMOS QUE FAZER COMO O POVO FEZ NA ISLÂNDIA, NINGUÉM DIVULGOU NEM MIDIAS NEM NINGUÉM PORQUE É TUDO FARINHA DO MESMO SACO, MAS VÃO AO

      Aconteceu na Islândia-youtube

E DIVULGUEM VAMOS ACABAR COM ESTES CÁ TAMBÉM.
Então e o Sóares?
Ninguém lhe dá uma lição por ter saído do conselho de estado mais cedo para ir a um jantar?
Brincamos ou quê?
 
a Farra
Há 2 anos andavamos a discutir o TGV!
O problema do PAís resulta do roubo excessivo direto do Estado a todos os niveis por parte de quem tem essa possibilidade! e os governantes uns são coniventes e diretamente envolvidos, outros determinados mas cilindrados pela entourage
Como é que o pais pode suportar 1 milhão EUR/dia p/RTP + fundações + jogadas nas empresas publicas(EP) => CP / Metro / TAp /CGD / PPP/Pareceres juridicos/assessores etc? aliada À concorrencia asiatica que destroi empregos. Não há economia que resista!
Qualquer EP, ou fundação nunca receberia do Estado qualquer garantia, aval ou importância se não tivesse as contas anuais aprovadas nos prazos estipulados até 31 MAr ano seguinte.
Todos os carros do estado levavam a placa de Estado como antigamente. Só ministros e secretarios e subsec poderiam deslocar-se em carros do Estado nas deslocações p/emprego!
Ninguem teria direito a subs de deslocaçao no vencimento nem teria qualquer cartão de credito ou debito
Haveria milhentas medidas que reduziriam muito a despesa ou responsabilidades do Estado
Criminalizar enriquecimento ilicito e investigar/taxar todas as operações com offshores de particulares e empresas.
Re: a Farra
Seguro - Copinho de Leite à espera do açúcar!
Tanta cagança! A Vaca "Sócras" que te alimentou durante seis anos encheu-te o copo, tiveste caladinho, agora refilas à espera do pacotinho de açúcar. Deus queira que te calhe um pacote de sal. Pode ser que assim aprendas também a lição!
Seguro bem podia estar calado...
Este comentário soa a despique de rapazolas no recreio da escola. Para além disso branqueia a manobra que está em curso de transferir para IRS o que ia ser retirado pela TSU.

PPC (se lhe derem oportunidade) vai aprender e não mais vai avançar com medidas sem estar bem "encostado". O que de resto já está a acontecer...
 
Re: Seguro bem podia estar calado...
Re: Seguro bem podia estar calado...
Re: Seguro bem podia estar calado...
Re: Seguro bem podia estar calado...
Re: Seguro bem podia estar calado...
Re: Seguro bem podia estar calado...
Re: Seguro bem podia estar calado...
Tempo de inventário
Carros que saíram do Conselho de Estado:
Mercedes-Benz: para cima de 5
BMWs: para cima de 4
Audis: para cima de 3
Alfa Romeos: 1
Volvo: 1
Volkswagen: 1

Carros que o pacato cidadão, ingénuo trabalhador-contribuinte conduz:
- Fiat Punto; muitas dezenas ou centenas de milhares
- Opel Corsa; idem, ver acima
- Volkswagen Polo; idem
- Citroën C2, C3; idem
- qualquer carro a cair aos bocados que se aguenta por obra e graça da N. Sra. de Fátima, e não por obra e graça do OE; muitas centenas de milhões.
Inseguro não sabe o que diz
Não é o concelho de estado que governa!
Ninguém tenha duvidas se não é estúpido ou demagogo de má-fé, com TSU ou com outra medida ainda mais gravosa, quiçá com um pouco delas todas para doirar a pílula da austeridade a verdade verdadinha é que vamos ter que a tomar porque a troika não vai deixar morrer o cadáver adiado de Portugal pela pseudo revolução de Abril sem pagarmos as dívidas todas com que temos andado de festas em festa, de greve em manif num regabofe de melhoria das condições sociais sem termos riqueza nacional nem produtividade para as pagas. O lirismo de esquerda ainda não acabou porque já se anuncia o desaire da TSU confundindo a abertura do governo para discutir alternativas à TSU com o fim da mesma sabendo que a Troika já disse que não vai desistir da TSU e que os parceiros sociais não vão encontra nenhuma alternativa seja porque não existe seja porque a SGTP A CGTP-IN vai apresentar, no seio da Concertação Social, propostas alternativas para aumentar a receita fiscal em 6 mil milhões de euros relativas a um aumento da tributação do capital. Se o Governo fizesse isso seria a fuga em massa do capital e então é que Portugal ia mesmo à falência e regredíamos para a idade da Pedra.

Essa história da fuga de capitais é grande truque
Re: Essa história da fuga de capitais é grande tru
Fuga de capitais é uma coisa diferente de fuga de
Re: Fuga de capitais é uma coisa diferente de fuga
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Re: Inseguro não sabe o que diz
Seguro: "sirva de lição ao primeiro ministro"
É evidente que todos sentimos o mesmo.
Mas se estamos a procurar consensos, os representantes dos grandes partidos não podem criar um "briga de rua". O PPC é um péssimo comunicador, mas o Inseguro não vai pelo bom caminho.
Abstencionista nato
O governo 'e paupérrimo e a actual direcção do Ps não lhe fica atras !
Re: Seguro espera que fim da TSU "sirva de lição a
O palavreado do Seguro é puramente demagogia...

Ele afirma-se vencedor pelo facto de a TSU não ir em frente, mas sabe muito bem que o dinheiro vai ter de aparecer...vindo do outro lado, ou seja...: do bolso do comum cidadão...como habitualmente...
Eu sei qeu anda por aí muita gente a gritar "não pagamos", mas a verdade é esta...: não pagamos...? - Não comemos, ou estão esses convencidos de que o regabofe que nos levou até ao estado actual das finanças lusas, não o iremos pagar, quer alguns queiram quer não...?

O Passos é no meio de tudo isto o menos culpado (já não digo o mesmo do PSD, do CDS e sobretudo do PS, que embora andando meio mundo esquecido, foi quem mais tempo governou e na pessoa do Sócrates...quem mais endividou...)...

Toda a gente (não toda, mas a generalidade...) embandeirou em arco, perante as inaugurações de auto-estradas (era cada festança de centenas de milhares, lembram-se...?)...

Todos queriam um TGV, gastaram-se milhões por um Aeroporto na Ota que acabou depois por "viajar" para o Montijo...(gastou-se o dinheiro e nada mais...)

O PCP e o BE queriam (e querem) é obras publicas e o povinho (que agora acordou...) achava tudo bem e ainda hoje muitos afirmam, que o Sócrates é o maior e anseiam pelo seu regresso...

Arre que esta gente não ganha juizo, não tem tino na cabeça...

O actual é que é ladrão e todos se esqueceram já...dos roubos anteriores...

Gente esquecida...e de más contas...
...
Re: Seguro espera que fim da TSU
Re: Seguro espera que fim da TSU
Re: Seguro espera que fim da TSU
Re: Seguro espera que fim da TSU
Re: Seguro espera que fim da TSU
Re: Seguro espera que fim da TSU
Comentários 64 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub