Anterior
Pensões tramam Cavaco
Seguinte
Carnaval: acesso a serviços públicos sujeito a triagem
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Salão Erótico do Porto: "O sexo não tem crise"
COM VÍDEO

Salão Erótico do Porto: "O sexo não tem crise"

Quinta edição do Eros Porto já abriu, no pavilhão multiusos de Gondomar, e é "o único evento deste género em Portugal este ano."
Lusa |

A quinta edição do Eros Porto abriu hoje as portas do pavilhão multiusos de Gondomar a um público que, ainda escasso ao longo da tarde, deu de caras com uma edição mais educativa perante o sexo.

Em termos de conteúdos, o festival erótico "até tem crescido", disse à Lusa Júlio Simón, da organização, sobretudo porque acabou por ser "o único evento deste género em Portugal este ano", pelo que "todas as energias que há entre o Porto, Lisboa e Portimão concentraram-se em 2012 em Gondomar".

Mas esta edição prima sobretudo pelo seu cariz "didático" que proporciona verdadeiras aulas práticas de educação sexual no stand da Escola de Sexo, uma empresa espanhola que demonstra vários "truques", segundo Júlio Simón, para uma maior "contenção e controlo durante o sexo", assim como para "coincidir com o parceiro ou parceira, ou simplesmente ter um prazer maior." "Queremos que se veja esta coisa e não só que a expliquem", prosseguiu o organizador, para concluir que "uma imagem vale mesmo mais que mil palavras", pelo que "o público poderá sair do evento a saber mais uma ou duas coisas sobre a sua sexualidade que desconhecia ao entrar".

"Erotismo ajuda pelo menos a viver a crise de outra maneira"


"O que fazemos é ensinar um pouco como se roda um filme, mas também posturas sexuais, sexo oral, um pouco de tudo e para toda a gente", explicou Raquel Abril, representante da "Escola de Sexo", para quem "o
erotismo ajuda pelo menos a viver a crise de outra maneira, com mais tranquilidade - o sexo sempre relaxa".

Apesar de admitir que a indústria do sexo teve também que se adaptar aos tempos, Esmeralda Rose, prestes a regressar a mais uma sessão de strip-tease, garante à Lusa que sobrevive "bastante bem".

A atriz e bailarina exótica espanhola tem que afastar-se um ou dois passos para que o seu peito não atinja o microfone durante a entrevista, mas consegue explicar à Lusa que "desde que deixaram de fazer vídeos
para DVD como faziam, agora que toda a gente tem internet, as 'webcams' acabaram por se transformar num recurso muito importante para as atrizes pornográficas".

"As pessoas podem interagir connosco, pedir que façamos coisas, tudo sem sair de casa, incluindo nós", concluiu, para voltar a contorcer-se no varão.

"Comecei nesta indústria há cerca de ano e meio e desde então nunca mais parei, entre festivais, espetáculos, tem sido tudo perfeito, na verdade", conta à Lusa Carolina Abril, enquanto ajeita a pequena lingerie em que passeia pelo recinto "Devo ter uma estrela que me segue, porque não me tocou em nada a crise, menos mal", conclui.

"O sexo não tem crise"


Também para a porta-voz do evento, Erica Fontes, "o sexo não tem crise", até porque o seu objetivo será fazer "com que as pessoas a esqueçam", algo que Júlio Simón corrobora ao considerar que "o papel da indústria do sexo e do erotismo é fundamental em tempos de crise, não porque vá solucionar algo, porque não vai, mas para o bem-estar psicológico das pessoas".

Esmeralda Rose, ainda a debater-se com o tamanho do próprio peito, confirma: "o sexo nunca está em crise. E nunca deveria estar. É certo que a falta de recursos económicos fazem com que as pessoas consumam menos, mas o sexo vai vender sempre." O Eros Porto prossegue até dia 12 de fevereiro com mais de 700 espetáculos previstos, divididos por dez palcos.


Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 45 Comentar
ordenar por:
mais votados
Onde estão os machos latinos?
Fosse esta uma notícia sobre homossexualidade e já a página estava cheia de comentários a criticar tão aberrativa prática.

Como esta é sobre sexo heterossexual e mulheres boas dispostas a tudo, apenas há 3 comentários.

Dá para entender?
Re: Onde estão os machos latinos?
Re: Onde estão os machos latinos?
Re: Onde estão os machos latinos?
Re: Onde estão os machos latinos?
Crise?
Qual crise, vejam o que 230 fazem a dez milhões?
Ninguem comenta?
Então Púdicos. Ninguem comenta isto?
Noutros temas têm sempre tanto para dizer e agora ninguém opina?

Se fizessem feiras decentes em vez da porcaria que nos apresentam, talvez tivessem mais sucesso...

A de Lisboa não passa de um armazém com várias lojas lá dentro... Precisamos de Vegas quality :)
Permuta Ibérica
Sempre bom ver que há um salutar intercâmbio luso-espanhol neste setor.
Nos anoss sessenta o "Bolero" em Lisboa tinha sempre como principais vedetas as espanholas,
depois nos anos oitenta e noventa a Calle Fleming de Madrid estava repleta de portuguesas que faziam concorrência desleal de preços às suas congéneres espanholas,
e agora são as espanholas a levantar o moral (e não só) ao pessoal do Porto.
inacreditavel......
nunca pensei que um salao do sexo em portugal no seculo XXI pudesse sair do convencionalismo dos midia e nao apresentar na sua divulgaçao telejornalesca... nem sequer uma leve referencia aos transexuais, bizarros, aos cds....aos lesbicos...e ate a outras vertentes tao importantes na cultura ana pratica sexual . tera sido por se efectuar no porto? teria sido a nova moral a refrear os impetos dos castebrancos que por ai andam? ou sera para inflacionar o grande turismo sexual da" rapariga" do varao? ( sera que estao todas legalizada(o)s!!!!!!!
Os salões do chamado erotismo
servem para a malta careca e com barriga de cerveja pensar que é sexy. Enquanto as mulheres não pensarem o mesmo, nunca existirá igualdade entre géneros.

http://oanaogigante.blogs...
Caras Bichonas!
Ser heterossexual é fruto dum estado natural para o qual o ser humano foi criado, pois isso é algo absolutamente normal.

Homem com homem, mulher com mulher, é simplesmente uma aberração da natureza do ser humano contra a sua própria natureza, a lógica desse facto leva naturalmente a dizer que é a maior poluição humana que existe no planeta terra, pois a ser levado à pratica em larga escala, simplesmente levava à extinção da humanidade.
Entenderam bichonas?
Re: Caras Bichonas!
Re: Caras Bichonas!
Cara Bicha
Re: Cara Bicha
Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
(interminável bocejo)
Re: (interminável bocejo)
Depende de si...lulaeocara, ou melhor, lulachata
Re: Depende de si...lulaeocara, ou melhor, lulacha
Coitada, a lula não pára de acertar no próprio pé
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Lulaeocara, nem poluição do on-line consegue ser
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Re: Cara bicha Lula
Lularasca
Re: Lularasca
Quê? Lamento, mas o tradutor do google...
Re: Quê? Lamento, mas o tradutor do google...
Não traduz? Não sabe? É burro!
Re: Cara bicha Lula
Vai mas é ler um livro.
Re: Vai mas é ler um livro.
Re: Vai mas é ler um livro.
Re: Vai mas é ler um livro.
Comentários 45 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub