Anterior
Eurogrupo diz que casos da Irlanda e Portugal são diferentes
Seguinte
Tribunal vai reexaminar detenção de Jean-Pierre Bemba
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Rio de Janeiro: Onda de arrastões assusta cariocas

Rio de Janeiro: Onda de arrastões assusta cariocas

Arrastões em série provocam pânico na Cidade Maravilhosa. Ontem e hoje, homens fortemente armados fecharam ruas, assaltaram condutores, incendiaram veículos e mataram um cidadão. (Veja vídeos do YouTube no final do texto)
Agências |
Somente este mês mais de dez carros foram incendiados no Rio de Janeiro, a maioria durante arrastões
Somente este mês mais de dez carros foram incendiados no Rio de Janeiro, a maioria durante arrastões / Reprodução

Depois da série de arrastões este fim de semana, no Rio de Janeiro, quatro homens armados fecharam hoje o entrocamento da Via Dutra com a Avenida Brasil, assaltaram vários condutores e incendiaram uma carrinha que transportava passageiros e dois veículos ligeiros, que ficaram destruídos.

Na noite de sábado, um trabalhador de uma refinaria da Petrobrás, Paulo César, morreu após ter sido baleado no peito, em Caxias, na Baixada Fluminense. O homicídio ocorreu quando o carro da vítima - que se encontrava no veículo junto com a mulher e o filho - embateu no automóvel dos assaltantes no preciso momento em que estavam a fechar a BR-116 para um arrastão.

Na noite de ontem, Guilherme Feitosa da Silva, 26 anos, conduzia o seu automóvel quando foi atingido por uma bala na cabeça, durante um arrastão na Via Dutra, tendo sido levado para o Hospital Getúlio vargas, onde continua internado. Os assaltantes, procedentes de uma favela na Pavuna, atuaram em frente à Superintendência da Polícia Rodoviária Federal, acabando por roubar dois veículos.

Arrastões desde setembro


O Rio de Janeiro teve um domingo negro. O primeiro dos arrastões aconteceu por volta das 20h, nas imediações do Palácio das Laranjeiras, sede do Governo do Estado. Utilizando um Peugeot, os assaltantes - quatro homens armados com pistolas - fecharam a rua Presidente Carlis Campos, no bairro Laranjeiras, "limpando" todos os pertences dos ocupantes de três veículos, incluindo malas, carteiras, telemóveis e relógios.

Por volta das 22h, na rua Bogari, na Lagoa, outra zona nobre do Rio, quatro homens armados assaltaram três carros ocupados. Além de objetos pessoais pertencentes aos condutores e passageiros, levaram também as chaves dos veículos.

A onda de arrastões começou no início da tarde, na Linha Vermelha, uma das avenidas mais movimentadas da cidade do Rio de Janeiro. Seis homens armados com fuzis e metralhadoras cortaram a via na altura do km14, sentido centro, incendiaram dois veículos e roubaram telemóveis, relógios e dinheiro dos ocupantes de outros dois.

O arrastão ocorreu perto de um quartel da Força Aérea, nas mediações da favela Vigário Geral, na zona norte. Um veículo da Direção de Materiais Aeronáuticos e Bélicos foi metralhado, mas não houve feridos.

Os arrastões são vulgares na cidade desde há muitos anos. Mas de acordo com a imprensa brasileira, desde setembro o Rio de Janeiro vem enfrentando arrastões em série. O problema tem sido atribuído à implantação das UPPs- Unidades de Polícia Pacificadora nalgumas favelas, com a consequente expulsão de membros das gangues de traficantes.

 


Rio de Janeiro, 21 de novembro


Rio de Janeiro, 7 de outubro


Rio de Janeiro, 8 de outubro


Rio de Janeiro, 6 de outubro


Rio de Janeiro, 31 de agosto




Opinião


Multimédia

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

United Colors of Gnocchi

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.


Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados
Tudo normal
A preparação para o Campeonato do Mundo 2014 e Rio Olímpico 2016 vai de vento em popa como podemos ver...
Vai ser divertido vai.
OS Militares, claro
Tiraram o poder politico aos militars, agora vingam-se.
São eles que fornecem as uzzis e as Kalash a este piratinhas, que as compram com o money da coca.
sim, isso de policias corruptos, é só areia prós olhos.
Nos backgrounds, estão os generais das FAB
o Rio de Janeiro continua lindo
Bem vindos ao terrorismo séc. XXI, muito próximo de uma cidade bem perto de si. Sim, refiro-me a Portugal.
o problema é que
da maneira que estamos, não tarda a ser notícia Lisboa, Porto, Coimbra, etc.
Veja-se só os dias em que as fronteiras estiveram activas, o numero de pessoas que foram impedidas de entrar, tal como tem entrado pessoas que querem trabalhar, também entram criminosos, bem mais violentos do que aqueles que cá temos.
UPPs X lula
as upps foram usadas cm marketing de lula, a segurança inventada por ele e sergio cabral. agora, 66porcentodoscariocasnaopodemreclamar.temqueengolirolulacalados. tiveram a oportunidade de mudar. agora é tarde, a inês é morta. ta na hora de os europeus darem um GELO no BRASIL. praia? tem em todos os lugares do mundo. prostitutas? há em todos os lugares do mundo.
Re: UPPs X lula
Comentários 6 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub