Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Transplantados no Curry Cabral esperam um ano por exames de despistagem de cancro

getty

O hospital Curry Cabral acompanha cerca de 2100 transplantados e só no ano passado fez 124 transplantes de fígado, o que equivale a metade da capacidade nacional nesta área

Há transplantados no hospital Curry Cabral, em Lisboa, que esperam um ano por exames de despistagem de cancro no fígado, revela o “Diário de Notícias” esta quinta-feira.

Para obterem resultados em tempo útil, os doentes dizem-se obrigados a recorrer ao privado. Já o Centro Hospitalar de Lisboa Central diz que os atrasos nas ressonâncias magnéticas “não são casos realmente urgentes”.

A SOS Hepatites, que acompanha os doentes hepáticos, garante que há vários casos de atrasos recorrentes. “O médico de um outro doente, também com quistos no fígado, pediu uma ressonância em maio do ano passado para perceber do que se tratava. Foi marcada para este mês de julho”, relata Emília Rodrigues, presidente da associação, em declarações ao matutino.

Pelo que o “DN”, apurou, existem agora, em média, esperas de pelo menos quatro meses para exames a lesões hepáticas. O hospital Curry Cabral acompanha cerca de 2100 transplantados e só no ano passado fez 124 transplantes de fígado, o que equivale a metade da capacidade nacional nesta área.