Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Créditos concedidos por Salgado representam buraco de €1,6 mil milhões no Novo Banco

JOSÉ SENA GOULÃO

A maior parte dos financiamentos dados como perdidos teve origem no antigo BES e foram concedidos pelas sucursais do Dubai, Londres e Brasil, quando Ricardo Salgado ainda liderava o banco

O Novo Banco apresentou prejuízos históricos na quarta-feira - cerca de 1400 milhões de euros -, contudo grande parte deste buraco tem ainda origem no antigo Banco Espírito Santo e são referentes ao período de gestão de Ricardo Salgado.

Segundo o “Correio da Manhã” esta quinta-feira, o Novo Banco foi obrigado, em 2017, a dar como perdidos cerca de 1600 milhões de euros de financiamentos em incumprimento, que foram concedidos ainda antes de 2014.

A maior parte dos financiamentos teve origem no antigo BES e foram concedidos pelas sucursais do Dubai, Londres e Brasil, quando Ricardo Salgado ainda liderava o banco.

De acordo com o matutino, há no pacote empréstimos a projetos de construção de autoestradas no Reino Unido, por exemplo. No final de 2017, o Novo Banco fez nova revisão à recuperação dos valores em dívida, reconhecendo mais parcelas como incobráveis.