Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Serão abertos 2441 quilómetros de faixas contra incêndios em terrenos privados

luís barra

Governo anunciou também, na semana passada, a criação de 837 quilómetros de “faixas de interrupção de combustível” em terrenos do Estado e a manutenção dos já existentes 342 quilómetros

Para que as tragédias que ocorreram no verão passado não se voltem a repetir, o Governo está a apostar na prevenção, em suprir as principais necessidades que foram sentidas no combate aos fogos. Uma das principais queixas dos bombeiros, em 2017, foi a falta de faixas de gestão de combustível.

Esta quinta-feira, revela o “Público”, o Ministério da Agricultura vai lançar os primeiros passos de um plano que prevê rasgar cerca de 2441 quilómetros de faixas destinadas a travar a propagação dos incêndios em terrenos privados.

Esta notícia surge depois de na semana passada o Governo já ter anunciado a criação de 837 quilómetros de “faixas de interrupção de combustível” em terrenos do Estado e a manutenção dos já existentes 342 quilómetros. Ao todo, passarão a existir em Portugal 3600 quilómetros de faixas contra os fogos.

“Estamos a realizar o maior investimento de sempre para infra-estruturar a floresta portuguesa contra os incêndios de Verão”, disse Miguel Freitas, secretário de Estado das Florestas, em declarações ao matutino.