Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Alstom e Siemens ultimam aliança no negócio ferroviário

O Governo francês já deu “luz verde” ao projeto que criará um novo gigante franco-alemão no fabrico de comboios, segundo o “Financial Times”

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Os conselhos de administração da francesa Alstom e da alemã Siemens deverão esta terça-feira aprovar os termos da aliança entre as duas companhias para criar um gigante europeu no fabrico de comboios. Segundo o “Financial Times”, o Governo francês já deu “luz verde” à fusão.

O negócio passa pela realização de um aumento de capital na Alstom, após o qual a Siemens passará a deter uma participação de 50%. Com uma faturação anual de 16 mil milhões de euros, esta nova entidade ganhará capacidade para concorrer com a chinesa CRRC, que, segundo os analistas, tem em curso uma forte aposta em investigação e desenvolvimento.

Para o negócio avançar, o Estado francês compromete-se a não exercer a opção de compra de 20% da Alstom que tem desde 2014 sobre a Bouygues, de acordo com o “Financial Times”.

A aliança franco-alemã terá ainda de passar pelo crivo dos reguladores da concorrência.

Segundo o jornal francês “Les Echos”, a sede do novo grupo deverá permanecer em França, ainda que a influência germânica se deva fazer sentir na gestão da companhia.