Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Lx Factory vendida a grupo francês

Luís Barra

Negócio foi concluído nos últimos meses, mas ainda não tinha vindo a público. Os valores da venda ainda não são conhecidos

Pela zona de Alcântara, em Lisboa, é possível que nos próximos tempos se comece a ouvir falar mais francês - e a culpa não é do ‘boom’ do turismo. O empreendimento cultural e empresarial LX Factory foi vendido pela sociedade portuguesa Mainside ao grupo francês Keys Asset Management, avança o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira.

Pelo que apurou o matutino, este negócio foi concluído nos últimos meses, mas ainda não tinha vindo a público. Neste momento, os valores envolvidos nesta transação ainda não são conhecidos.

A Keys Asset Management, empresa liderada por Pierre Mattei e Cyrill Garreau e especializada no ramo imobiliário comercial, comprou a Catumbel, empresa da Mainside detentora da LX Factory, não pelos terrenos em si, mas “pela rentabilidade do conceito que já lá existe”, escreve o “Negócios”.

O conceito LX Factory, como um espaço para empresas, serviços e de vida social, continuará a existir nos mesmos moldes. Deverá, até, receber um reforço das estruturas - requalificação de alguns edifícios - e expansão dos espaços utilizáveis.

Segundo o “Negócios”, passará a haver condições para acolher mais do que as cerca de 200 empresas e negócios que já habitam o empreendimento de Alcântara.