Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Em mais de cinco mil vistos gold concedidos, só oito criaram postos de trabalho

Em quase cinco anos, só em oito casos foi escolhida a via da criação de emprego para obtenção de autorizações de residência

Quando nasceram, os vistos gold traziam em si duas grandes promessas: grandes investimentos na economia portuguesa e criação de postos de trabalho. Porém, uma destas intenções ficou muito aquém da expectativas.

De acordo com o “Jornal de Notícias” esta quinta-feira, a maioria das 5243 autorizações de residência, concedidas desde o final de 2012, foram para compra de casa. Cada um destes vistos representou um investimento de pelo menos 500 mil euros.

O número de investidores estrangeiros, que usufruiu de um visto gold, e criou postos de trabalho não chega mesmo aos dois dígitos. Em quase cinco anos, só em oito casos foi escolhida a via da criação de emprego para obtenção de autorizações de residência.