Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Novo Banco vende 90% da sua presença em Cabo Verde

O nome do comprador de 90% do capital do Novo Banco em Cabo Verde ainda não é conhecido; a única informação disponível é que se trata de um grupo do Médio Oriente

O Novo Banco vai diminuir drasticamente a sua presença em Cabo Verde: vai manter 10% do Banco Internacional de Cabo Verde e passar os restantes 90% para as mãos de um grupo do Médio Oriente, avança o “Jornal de Negócios” esta quinta-feira. Neste momento, o valor do negócio ainda não foi revelado, mas a ação de venda já foi comunicada à CMVM.

“O Novo Banco SA celebrou com a sociedade IIBG Holdings BSC, sociedade constituída no Bahrein, um contrato de compra e venda de 90% do capital social do Banco Internacional de Cabo Verde, SA”, lê-se num comunicado divulgado esta terça-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O nome do comprador de 90% do capital do Novo Banco em Cabo Verde não é revelado na missiva; a única informação disponível é que que trata de um comprador do Médio Oriente.

O matutino lembra que este é o segundo processo de venda do Banco Internacional de Cabo Verde, cuja primeira agência que foi sede é na Avenida Cidade de Lisboa, na Praia.

O primeiro processo de venda – avaliado em 14 milhões de euros – falhou no arranque de 2016, quando José Veiga, empresário português que liderava o então comprador Groupe Norwich, foi detido para investigações por indícios de corrupção no comércio internacional.