Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Farmacêuticos cancelam greve devido a garantia do Governo

Medicamentos iguais para todos, no Serviço Nacional de Saúde e na ADSE

David Clifford

O Sindicato dos Farmacêuticos tinha lançado um pré-aviso de greve nacional para os dias 18 e 19 deste mês, por tempo indeterminado, a partir de 1 de agosto

O Sindicato dos Farmacêuticos tinha lançado um pré-aviso de greve nacional para os dias 18 e 19 deste mês e por tempo indeterminado a partir de 1 de agosto, mas voltou atrás. De acordo com a “Antena 1” esta quinta-feira, o Governo já assegurou ao sindicato que vai criar o título de carreira profissional de farmacêutico no Serviço Nacional de Saúde até ao final de julho.

Ao que tudo aponta, o executivo de António Costa terá dado resposta à exigência dos farmacêuticos de forma a não embargar, deixar em crise, mais um dos serviços do Estado.

Após um primeiro ano no poder em que houve poucas greves, os sindicatos laborais voltaram à praça pública em 2017. Este ano já houve uma grande greve de médicos e discute-se (ainda) a possibilidade (se é constitucional ou não) de os juízes fazerem uma. Neste momento, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, ainda está a preparar a atualização - legal e monetária - dos estatutos dos magistrados.