Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Pedro Marques foi o ministro mais “poupado” em 2016

TIAGO CANHOTO

Segundo a Conta Geral do Estado (CGE) de 2016, o ministério liderado por Pedro Marques gastou menos 258 milhões de euros do que era esperado

De acordo com a Conta Geral do Estado (CGE) de 2016, o ministério liderado por Pedro Marques, a tutela do Planeamento e Infraestruturas, foi aquele que apresentou o maior valor de despesa cativada no ano passado. Segundo o ministério das Finanças, Pedro Marques gastou menos 258 milhões de euros do que era esperado. Esta notícia é avançada esta sexta-feira pelo “Jornal de Negócios”.

No programa do planeamento e infraestruturas estava prevista uma cativação de 511 milhões de euros em 2016. Deste montante, 258 milhões de euros chegaram ao final do ano sem serem gastos.

Segundo o matutino, trata-se do montante mais expressivo quando se analisa o quadro da CGE que faz um balanço dos cativos referentes aos programas orçamentais.

Ainda assim, lembra o “Negócios”, tanto a Saúde como a Cultura também registaram poupanças significativas. Por exemplo: na Saúde foram poupados 79,1 milhões de euros.