Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Governo ignorou parecer negativo dos generais à nomeação do presidente da Proteção Civil

lusa

Coronel Joaquim Leitão foi escolhido por António Costa para liderar a Autoridade Nacional da Proteção Civil, mesmo depois de não ter recebido um parecer positivo do Conselho Superior de Oficiais do Exército, noticia o “Sol”

Homem da confiança de António Costa, Joaquim Leitão foi nomeado em 2016 para a liderança da Proteção Civil mesmo após o parecer negativo do Conselho Superior de Oficiais do Exército, o órgão que integra todos os generais em funções de patente de pelo menos três estrelas. A notícia está a ser avançada este sábado pelo semanário “Sol”.

Apesar do parecer negativo, o Governo acabou por dar posse ao coronel, que tem sido alvo de críticas por apenas ter aparecido publicamente esta sexta-feira desde os incêndios.

O “Sol” divulga ainda que o documento recomendava que fosse escolhido para o cargo um general - e não um coronel. A escolha levantou suspeitas sobre as relações entre António Costa e Joaquim Leitão, cujas mulher (Isabel Leitão) e filha (Ana Leitão) são do aparelho socialista. Isabel Leitão já foi nomeada para vários cargos públicos desde o Governo de Sócrates e a filha trabalha na junta de freguesia de Santa Maria Maior, também do PS.