Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Manuel Pinho vai ser ouvido pela PJ a 15 de julho

Alberto Frias

O ex-ministro da Economia deverá ser ouvido na qualidade de arguido

Manuel Pinho, ex-ministro da Economia durante o governo de José Sócrates, vai ser ouvido pela Polícia Judiciária a 15 de julho na qualidade de arguido, no âmbito da investigação aos contratos de energéticos (CMEC) firmados pelo Estado com a EDP, apurou o “Jornal Económico” esta sexta-feira.

O advogado de Manuel Pinho confirmou ao matutino a data do interrogatório, mas diz que ainda não lhe foi comunicado em que estatuto o seu cliente irá ser ouvido.

Tal como tinha dito ao Expresso no fim-de-semana passado, Manuel Pinho volta a frisar, também esta sexta-feira num texto de opinião no “Público”, que os alegados benefícios financeiros de que é suspeito são um “disparate”.

O Ministério Público investiga a criação da EDP de um curso sobre energias renováveis em Columbia, em 2010, ministrado por Manuel Pinho, e as condições que a empresa garantiu três anos antes, quando o ex-ministro foi o responsável pela revisão dos CMEC - Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual.