Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Segurança Social tem 21 mil prestações de grávidas e doentes em atraso

Marcos Borga

Desde o início do ano, deram entrada no Instituto da Segurança Social 79 mil pedidos de prestações compensatórias devidas aos trabalhadores

Já passaram mais de seis meses desde o final do ano, mas o Instituto da Segurança Social ainda tem 21 mil prestações por pagar a trabalhadores que não receberam por se encontrarem em situação de doença ou parentalidade, conta o “Jornal de Notícias” esta terça-feira.

Desde o início do ano, deram entrada no Instituto da Segurança Social 79 mil pedidos de prestações compensatórias devidas aos trabalhadores. Desse total, 21 mil estão por despachar, de acordo com dados fornecidos ao matutino pelo Ministério do Trabalho e Segurança Social.

No portal da queixa, há relatos de beneficiários que dizem ter pedido as devidas prestações em fevereiro e março, mas ainda não receberam nada.

Fonte do gabinete de Vieira da Silva disse ao “JN” o tempo médio de resposta a estes pedidos é de 43 dias.