Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Jornais espanhóis olham para Portugal e falam em tragédia e consequências políticas

Blanco Cabrera, Esther

Segundo o “El Mundo”, “chovem as críticas contra o governo pelas falhas na operação anti-incêndios”

Comoção, inferno e chamas. Esta segunda-feira, quase todos os jornais espanhóis – “ABC”, “El País”, “El Mundo”, “La Vanguardia” – olham para Portugal e fazem destaque da tragédia de Pedrogão Grande – até ao momento, já foram contabilizados 62 mortos.

O jornal “ABC” dedica toda a sua primeira página à situação portuguesa, com o título “Portugal enfrenta impotente o maior incêndio da sua história”. Segundo o matutino espanhol, o incêndio “lança a polémica no país [Portugal] pela sua vulnerabilidade ao fogo”.

Já o “El País”, mostra uma série de carros calcinados na estrada nacional e fala num “inferno de fogo”.

O “El Mundo” fala em “mais de 60 mortos em Portugal numa emboscada de chamas”. De acordo com o jornal, “chovem as críticas contra o Governo pelas falhas na operação anti-incêndios”. Ou seja, haverá consequências políticas a tirar.

O “La Vanguardia”, por sua vez, também fala em mais de 60 mortes, número histórico, e mostra uma foto dos veículos destruídos na estrada entre Castanheira de Pêra e Figueiró dos Vinhos.