Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Segurança Social compra edifício da Caixa para concentrar serviços em Lisboa

TIAGO PETINGA / Lusa

De acordo com as contas do Ministério do Emprego e da Segurança Social, passarão a trabalhar naquele edifício 1500 pessoas que neste momento estão espalhadas por 13 edificios na capital

O edifício da antiga sede do ex-Banco Nacional Ultramarino (BNU), na Avenida de Berna, propriedade da Caixa Geral de Depósitos, foi comprado, em maio, pelo Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social (FEFSS) por 50 milhões de euros, avança o “Público” esta quarta-feira.

Segundo matutino, o objetivo é que a partir do primeiro semestre de 2018 todos os serviços e atendimento ao público da Segurança Social de Lisboa sejam concentrados naquele edifício, conhecido por ser uma obra do arquitecto Tomás Taveira.

O Ministério do Emprego e da Segurança Social pretende, desta forma, criar uma espécie de loja da Segurança Social, concentrando todos os serviços, desde o centro distrital de segurança social de Lisboa, as juntas médicas, os serviços centrais do ISS e o Centro Nacional de Pensões (CNP).

De acordo com as contas do ministério, passarão a trabalhar naquele edifício 1500 pessoas que neste momento estão distribuídas por 13 edificios em Lisboa. Destes, “12 são património da Segurança Social que ficam desocupados”, e apenas o edifício do Areeiro, onde estão alguns serviços de atendimento, é arrendado, diz a secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim.