Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Sem margem de manobra para mais, Governo está disposto a dar aumento de 155 euros por mês aos juízes

JOSÉ RELVAS/LUSA

A única alteração significativa que o Governo admite fazer à atual situação dos juízes é a reposição dos cortes feitos no passado ao suplemento remuneratório de deslocação que qualquer magistrado

A proposta do Governo para os juízes e procuradores, que têm ameaçado fazer greve nas últimas semanas devido à demora na atualização dos seus estatutos e carreiras, ainda não chegou. Contudo, de acordo com o “Público” esta quinta-feira, o executivo de António Costa está a ponderar oferecer um aumento de 155 euros mensais.

Ainda esta quarta-feira no Parlamento, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, admitiu que as alterações que o Governo consegue fazer ao sistema remuneratório dos magistrados ficarão aquém das suas pretensões.

“A única garantia que não posso dar é que o Governo possa acomodar as pretensões que existem em matéria remuneratória, porque não tem capacidade para o fazer”, afirmou esta quarta-feira Francisca Van Dunem numa audição na comissão parlamentar de Direitos, Liberdades e Garantias.

Pelo que o matutino apurou, a única alteração significativa que o Governo admite fazer à atual situação dos juízes é a reposição dos cortes feitos no passado ao suplemento remuneratório para deslocação e alojamento que qualquer magistrado recebe – neste momento, independentemente do montante do seu salário, o juiz recebe mais 620 euros mensais, quando em 2010 recebia 775 euros.