Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Alojamento local: deputada do PS com interesses na hotelaria coordenou proposta

Maria Hortense Martins possui, há muitos anos, uma participação accionista na Investel - Investimentos Hoteleiros, empresa potencialmente beneficiada com a nova regulamentação

A iniciativa legislativa do Governo para o alojamento local, que tem levantado muitas críticas da oposição e dos próprios partidos da esquerda, teve origem no Grupo de Trabalho sobre o Turismo que é coordenado por uma deputada do PS, Maria Hortense Martins. Segundo revela o “Jornal Económico” esta sexta-feira, a deputada tem interesses e (negócios) nesta mesma área – o que seria, em princípio, um fator de incompatibilidade para pertencer ao grupo.

Segundo o matutino, esta revelação surpreendeu o Governo e só deverá aumentar o tom das críticas da oposição.

O projeto de lei do PS para alterar a regulamentação do alojamento local – que impõe a aprovação dos condóminos – foi delineado por Maria Hortense Martins, em conjunto com outros deputados do PS que integram o mesmo grupo na Assembleia da República.

Apesar da proposta em causa ter sido assinada por Carlos Pereira e Filipe Neto Brandão, deputados socialistas, o “Económico” apurou que a elaboração da mesma teve origem no grupo de trabalho.

Maria Hortense Martins possui, há muitos anos, uma participação accionista na Investel - Investimentos Hoteleiros, empresa de hotelaria potencialmente beneficiada com a nova regulamentação.

  • Hoteleiros defendem alojamento local sem autorização do condomínio só até 60 dias por ano

    Associação dos hotéis acha “positiva” a autorização dos condomínios prevista na proposta do PS, e quer isentar desta obrigatoriedade só quem faça alojamento local até 60 dias por ano, numa proposta já enviada à Secretaria de Estado do Turismo. Mas dentro do PS as posições divergem. E os deputados desconheciam que este é o tema crítico da nova lei que o Governo vai fazer sair já este ano?