Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Troca de dívida do Novo Banco deverá ser anunciada em junho

José Carlos Carvalho

Aquando da luz verde ao negócio, Bruxelas impôs que os detentores de obrigações seniores do Novo Banco tivessem de contribuir com 500 milhões de euros para o esforço de capitalização do banco

O Banco de Portugal já está a avaliar o projeto de troca de dívida do Novo Banco apresentado pela equipa liderada por António Ramalho, avança o “Jornal de Negócios” esta terça-feira. Esta operação é indispensável para que a venda da instituição ao fundo norte-americano Lone Star seja concluída.

Para a operação avançar, o BdP ainda tem de fazer uma série de contactos preliminares com os investidores que detêm estes títulos e fechar os pormenores da oferta.

Aquando da luz verde ao negócio, Bruxelas impôs que os detentores de obrigações seniores do Novo Banco tivessem de contribuir com 500 milhões de euros para o esforço de capitalização do banco. Por sua vez, a Lone Star asseguraria uma injecção de solidez de 1000 milhões de euros.

A princípio, a troca de dívida estava agendada para seis a oito semanas depois de a Lone Star e o Fundo de Resolução terem formalizado o acordo de compra e venda, a 31 de março. Contudo, de acordo com o matutino, esta operação só deverá ser oficialmente anunciada ao mercado em junho.