Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Falta de anestesistas leva a adiamento de centenas de cirurgias

Christopher Furlong / Getty Images

Segundo dados de 2014, a região centro tinha 203 anestesistas para os nove centros hospitalares, estando em falta 71 profissionais. Carlos Cortes, presidente da Ordem dos Médicos da região centro, diz que a situação neste momento é “muito mais grave”, pois muitos anestesistas reformaram-se ou passaram para o privado

Devido à falta de anestesistas, dezenas de cirurgias são adiadas todas as semanas, conta ao “Jornal de Notícias” esta segunda-feira. Esta denúncia foi feita ao matutino pelo presidente da secção do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes.

Segundo o próprio, a situação é “calamitosa” em quase todas as unidades da região centro. Carlos Cortes acusa o Ministério da Saúde (MS) de “não querer saber dos hospitais”, por este ser recusar a abrir vagas para a contratação de anestesistas.

“Todas as semanas há dezenas de cirurgias programadas que são canceladas nos hospitais públicos da Região Centro por falta de anestesistas”, queixou-se.

De acordo com dados de 2014, a região centro tinha 203 anestesistas para os nove centros hospitalares, estando em falta 71 profissionais. Carlos Cortes diz que a situação neste momento é “muito mais grave”, porque muitos anestesistas reformaram-se ou passaram para o privado.