Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Maria Luís Albuquerque diz que Marcelo “não é uma entidade independente e técnica”

MANUEL DE ALMEIDA / Lusa

Reagindo às declarações em que o Presidente da República considerou que os resultados orçamentais do Governo são sustentáveis, a ex-ministra das Finanças diz que não é uma fonte citável nesta matéria

A ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, considera que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa “não é uma entidade independente e técnica”, defendendo que sobre os resultados orçamentais do Governo prefere ouvir outras entidades “independentes”.

Maria Luís Albuquerque reagia, em entrevista esta sexta-feira ao programa “A Vida do Dinheiro”, da TSF e do “Dinheiro Vivo”, às declarações do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, de que os resultados orçamentais do Governo são sustentáveis.

“O Presidente da República não é uma entidade independente e técnica. Eu não citaria o Presidente da República neste contexto. Não o é porque não é suposto ser. Note-se, eu estava a falar da UTAO [Unidade Técnica de Apoio Orçamental], no Conselho de Finanças Públicas, nas próprias agência de rating e na Comissão Europeia ou do Fundo Monetário Internacional”, disse.

No entender da ex-ministra das Finanças, “são as entidades independentes do Governo e da maioria e que analisam. Têm uma perspetiva e uma visão sobre aquilo que são os resultados orçamentais e não só”.

A entrevista da vice-presidente do PSD vai ser divulgada na íntegra no sábado na rádio TSF e no “Diário de Notícias” e “Jornal de Notícias”.

  • Passos Coelho ‘repreende’ Marcelo

    Líder do PSD gostava de ter visto o Presidente a defender Teodora Cardoso e o Conselho Superior de Finanças Públicas. Em entrevista à SIC, Passos reiterou ainda que não vai retirar ilações das autárquicas para abandonar o partido