Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Plano Juncker. Fundos serão canalizados para startups, reabilitação urbana… e estradas

Marcos Borga

A maioria dos fundos vindos do Plano Juncker recursos têm sido canalizados para startups e reabilitação urbana. As estradas serão uma prioridade para este ano

Portugal já recebeu do Plano Juncker, desde que este foi lançado, cerca de 1,2 mil milhões de euros. Na sua grande maioria, estes recursos têm sido canalizados para startups e reabilitação urbana. Porém, as estradas também serão uma prioridade para este ano.

Segundo o “Diário de Notícias” esta terça-feira, dois eurodeputados, José Manuel Fernandes (Partido Popular Europeu/PSD) e Udo Bullmann (Socialistas Europeus/SPD), propuseram em março uma emenda técnica, para alargar o âmbito do fundo.

Esta “alteração” permitirá que algum desse novo dinheiro possa ser canalizado para a construção de estradas em Portugal, mas com a condição de estas servirem de forma evidente a atividade empresarial e aumentarem a capacidade exportadora do país, explicou José Manuel Fernandes.

O deputado português, em declarações ao “DN”, explicou que a nova proposta de regulamento “introduziu uma emenda que vai permite financiar variantes de estradas que deem acesso a portos e a parques empresariais, porque o Portugal 2020 não tem dinheiro previsto para infraestruturas rodoviárias”.