Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Ordem diz que amigo de Costa pode ser conselheiro do Governo e advogado

Marcos Borga

Para além de advogado e conselheiro de do primeiro-ministro, Diogo Lacerda Machado é administrador da Geocapital, uma empresa com sede em Macau e vários investimentos em Portugal

Para o Conselho Geral da Ordem dos Advogados não há incompatibilidade entre o contrato de Lacerda Machado assinado com o Governo e a sua profissão de advogado. Esta decisão, revelada pela TSF esta terça-feira, foi tomada em janeiro, ainda no mandato da anterior bastonária Elina Fraga, mas só agora veio a público.

“O sentido do parecer é de que não há incompatibilidade com o exercício da profissão de advogado e as funções desempenhadas no gabinete do primeiro-ministro, atendendo ao contrato de prestação de serviços jurídicos", na modalidade de avença, explica fonte oficial da Ordem.

No Estatuto da Ordem dos Advogados há uma série de cargos, funções e atividades que são incompatíveis com o exercício da advocacia – ainda assim existem várias exceções.

Para além de advogado, Diogo Lacerda Machado é administrador da Geocapital, uma empresa com sede em Macau e inúmeros investimentos em Portugal, lembra a TSF.