Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Auditoria às contas do Instituto de Ação Social das Forças Armadas descobre buraco de €50 milhões

ANT\303\223NIO COTRIM

Inspeção foi efetuada por ordem do ministro da Defesa, após ter sido confrontado com “vários indícios de fragilidades na gestão e no funcionamento do sistema de apoio e ação social aos militares e às sua famílias”

Uma auditoria às contas do Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA) detetou cerca 50 milhões de euros em faturas não contabilizadas entre 2014 e o final de 2016, avança o “Correio da Manhã” esta segunda-feira.

De acordo com o gabinete do ministro da Defesa Azeredo Lopes, esta inspeção foi efetuada por ordem do próprio, após ter sido confrontado com “vários indícios de fragilidades na gestão e no funcionamento do sistema de apoio e ação social aos militares e às sua famílias”.

“A auditoria teve como objeto preciso a análise da situação e do funcionamento do sistema da ADM [Assistência na Doença aos Militares] e identificou uma dívida acumulada que atinge os 39 milhões de euros, relativa a faturas acumuladas nos anos 2014, 2015 e 2016 e não registadas na contabilidade até 30 de setembro de 2016, acrescida de uma estimativa de 11 milhões de faturas ainda não recebidas”, explica o ministério ao matutino.

Dos 39 milhões de euros, cerca de 90% dizem respeito a dívida relativa ao pagamento de serviços prestados por fornecedores externos do IASFA. Quanto aos 11 milhões de euros de “faturas não recebidas”, estes são relativos “a serviços prestados em vários anos que, à data de 30 de setembro de 2016, ainda não tinham dado entrada no IASFA e cuja elegibilidade do pagamento não foi ainda verificada.”