Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Ministério Público aumenta a lista de crimes imputados a José Sócrates

José Carlos carvalho

O Ministério Público vai acusar Sócrates de tráfico de influências, falsificação e recebimento indevido de vantagem

O cerco do Ministério Público a José Sócrates continua a fechar-se. Segundo o “Diário de Notícias” esta sexta-feira, os procuradores da Operação Marquês acrescentaram mais três crimes imputados à lista do ex-primeiro-ministro: tráfico de influências, falsificação e recebimento indevido de vantagem.

Estes crimes vêm juntar-se às suspeitas de corrupção passiva para a prática de atos contrários aos deveres do cargo, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais - atos pelos quais José Sócrates está a ser investigado.

A lista de crimes imputados, que o “DN” revela, consta da última página do despacho do Ministério Público com as últimas imputações criminais ao antigo primeiro-ministro. Na prática, havendo mais crimes imputados, será mais fácil para o Ministério Público conseguir uma condenação em qualquer um deles.

Os novos crimes imputados estão relacionados com a adjudicação de obras ao grupo Lena, o influenciar de diplomatas portugueses para favorecer o grupo de construção e os negócios com o BES.